Preço da batata sobe mais de 30% em novembro e assusta o consumidor | Agronegócios

0
32


O preço da batata está assustando consumidores de todo o país e, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a alta já passou dos 30% em 2020.

De acordo com o IBGE, na variação de preços ao consumidor, a batata registrou o maior aumento na prévia de novembro, com 33,37% de variação, ficando na frente de outros produtos importantes da cesta básica, como o tomate (19,89%), o óleo de soja (14,85%), as carnes (4,89%) e o arroz (8,29%).

Em Goiás, o quilo do alimento chegou a ser vendido nos supermercados por mais de R$ 8. Há três semana, o mesmo produto custava R$ 5.

“Do mesmo jeito que os clientes ficam espantado, a gente também. Porque, quando a gente chega para comprar, a gente procura os melhores preços e não encontra. Realmente a gente fica assustado”, diz o gerente de supermercado Cleiton dos Santos.

Para o pesquisador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Universidade de São Paulo (USP), João Paulo Bernardes Deleo o motivo dos aumentos é que os agricultores enfrentaram problemas nas lavouras em setembro, mês final da safra de inverno.

“Esquentou muito e as áreas de batata vinham perdendo qualidade rapidamente, e os produtores, além de o ciclo da planta se acelerar, os produtores tiveram que acelerar a colheita”, afirma.

Com isso, houve uma grande oferta do produto naquele mês, mas passou a faltar em outubro e novembro. Agora, a tendência é que o preço se estabilize no ano que vem, com a chegada da nova safra.

Veja os vídeos mais assistidos do Globo Rural



Fonte: G1