Plataforma de recrutamento aponta aumento de 45% na abertura de vagas de emprego; veja cargos em alta | Concursos e Emprego

0
10


Levantamento da Gupy, empresa de tecnologia para recursos humanos, mostra aumento de 45% nas vagas de emprego publicadas na ferramenta de recrutamento no primeiro trimestre deste ano em comparação com o último trimestre do ano passado. Foram aproximadamente 200 mil posições abertas pelas empresas que usam a plataforma para contratar funcionários.

As áreas de saúde e varejo corresponderam a 36% do total de vagas. Veja abaixo os setores que mais contrataram no primeiro trimestre:

  • Saúde: 20%
  • Varejo: 16%
  • Telecomunicações: 6,5%
  • Indústria: 4,8%
  • Logística: 4,4%
  • Serviços financeiros: 3,75%

O cargo de operador, que geralmente exige nível fundamental de escolaridade, correspondeu a quase 40% do total de vagas ofertadas. Veja abaixo os cargos mais contratados no primeiro trimestre:

  • Operador: 39,85%
  • Auxiliar: 21%
  • Analista: 14%
  • Técnico: 6,91%
  • Estagiário: 4,89%
  • Especialista: 3,73%
  • Supervisor: 2,9%
  • Gerente: 2,52%
  • Coordenador: 2%
  • Consultor: 1,2%
  • Diretor: 1%

Entre os departamentos com maior volume de contratações estão operação (20,49%), comercial (16,16%), administrativo (14,98%) e atendimento ao cliente (10,63%).

O levantamento também apontou as regiões do país com maior volume de vagas e candidatos: em primeiro lugar está a região Sudeste, com o maior número de vagas (48%) e candidatos (55,37%), seguida pela região Sul, com 18% de vagas e 17,5% de candidatos, e Nordeste, com 17,55% de vagas e 16,3% de candidatos.

No Sudeste, São Paulo possui o maior volume de atividade no mercado de trabalho (53,02%), seguido pelo Rio de Janeiro, com um volume de 10,82%. Veja abaixo:

Estados com maior atividade no mercado de trabalho — Foto: Economia G1

Para Mariana Dias, CEO e cofundadora da Gupy, apesar da fase difícil no país que impactou o mercado de trabalho, desde janeiro houve um aumento considerável nas contratações. A plataforma ultrapassou a marca de 60 mil posições publicadas mensalmente pelas empresas, com uma taxa de contratações acima de 80%, o que ajudou a reduzir em 50% o tempo de contratação das pessoas candidatas.

“Outro ponto positivo é que as empresas estão passando a contratar mais profissionais de maneira remota, abrindo assim a possibilidade de profissionais de outros estados se candidatarem às vagas. Houve um crescimento de 100% neste tipo de contratação em comparação com o trimestre anterior, o que ajuda muito a distribuir as oportunidades de trabalho pelo país, que normalmente ficam concentradas na região Sudeste”, diz.



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui