Petróleo sobe 1% com esperança econômica, mas temor com vírus limita alta | Economia

0
11


Os preços do petróleo subiram 1% nesta segunda-feira (28), diante de um rali nos mercados acionários globais e de expectativas quanto a um novo pacote de estímulos nos Estados Unidos, embora o crescente número de casos de coronavírus siga gerando preocupações em relação à demanda por combustíveis, o que tem limitado as altas do petróleo.

O petróleo Brent fechou em alta de 0,51 dólar, ou 1,22%, a 42,43 dólares por barril. Já o petróleo dos EUA (WTI) avançou 0,35 dólar, ou 0,87%, para 40,60 dólares o barril.

“Na minha opinião, o evento mais provável capaz de mexer no mercado de petróleo, levá-lo ao próximo nível, é a aprovação de um pacote de estímulos (nos EUA) relacionado ao coronavírus”, disse Bob Yawger, diretor de Futuros de Energia do Mizuho.

Pesquisa mostra disputa apertada pela presidência dos Estados Unidos

Pesquisa mostra disputa apertada pela presidência dos Estados Unidos

O petróleo acompanhou a alta em Wall Street nesta segunda, enquanto as negociações políticas por novas medidas de alívio nos EUA em meio à pandemia de Covid-19 prosseguem. A presidente da Câmara norte-americana, Nancy Pelosi, disse no domingo acreditar que um acordo pelo pacote pode ser fechado com a Casa Branca.

A desvalorização do dólar, que possui correlação inversa com os preços do petróleo, também ajudou a impulsionar a commodity.

Ainda assim, a crise sanitária global, que fez com que o consumo de combustíveis no mundo despencasse, limitou os ganhos do petróleo. “A velocidade da disseminação do vírus é a principal preocupação tanto das autoridades de saúde quanto dos investidores do mercado financeiro”, afirmou Tamas Varga, analista da PVM.



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui