Petróleo fecha em queda com aumento dos estoques nos EUA | Economia

0
13


Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda nesta quinta-feira (12), pressionados pelos temores em torno do agravamento da pandemia de Covid-19 nos Estados Unidos e após a divulgação de dados que indicam um aumento dos estoques americanos de petróleo.

EUA batem novo recorde de casos diários

EUA batem novo recorde de casos diários

O contrato do petróleo Brent para janeiro fechou em queda de 0,61%, a US$ 43,53 por barril, na ICE, em Londres, enquanto o contrato do WTI para dezembro recuou 0,79%, a US$ 41,12 por barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).

Dados divulgados mais cedo pela Energy Information Administration (agência ligada ao Departamento de Energia, DoE) indicaram que os estoques de petróleo dos EUA aumentaram 4,278 milhões de barris na semana passada, contrariando a expectativa de consenso, de queda do inventário no período.

Os preços do petróleo também são pressionados pelos temores em torno das novas restrições anunciadas em Estados americanos, como Nova York, para conter o ressurgimento da pandemia no país.

Nas últimas 24 horas, os EUA registraram mais de 144 mil novos casos de covid-19, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins — um novo recorde diário de contaminações e o nono dia consecutivo acima da marca dos 100 mil —, alimentando os temores de que novas restrições econômicas sejam implementadas nos EUA para conter o avanço da doença.

O Estado americano de Indiana viu um aumento de mais de 5 mil casos em um único dia pela primeira vez e outros Estados também registraram recordes históricos, incluindo Illinois, Carolina do Norte, Colorado, Kentucky, Arkansas, Idaho, Novo México e West Virginia. Na semana passada, os EUA registraram uma média de 128.081 casos por dia, um aumento de 69% em relação à média de duas semanas atrás. O número de casos está aumentando em 49 Estados e territórios.

Vídeos: Últimas notícias de economia



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui