Petróleo cai 2% com impasse sobre estímulo e aumento de estoques nos EUA | Economia

0
8


Os preços do petróleo caíram quase 2% nesta quarta-feira (7), após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, frustar expectativas de um pacote de estímulo à economia local e os estoques da commodity no país registrarem aumento na última semana.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 0,66 dólar, ou 1,6%, a 41,99 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA (WTI) recuou 0,72 dólar, ou 1,8%, para 39,95 dólares o barril.

O chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, disse não estar otimista de que um acordo abrangente quanto ao auxílio financeiro em função da pandemia de Covid-19 possa ser atingido. Ele acrescentou que o governo Trump apoia uma abordagem mais fragmentada.

“O Trump abandonando as negociações do pacote de alívio gera muita incerteza em relação à economia”, disse Harry Tchilinguirian, chefe de pesquisas em commodities do BNP Paribas.

Os preços do petróleo também foram afetados por um aumento levemente superior ao esperado nos estoques da commodity nos EUA. Segundo dados do governo, as reservas de petróleo no país tiveram alta de 501 mil barris na semana passada, ante expectativa de avanço de 294 mil barris em pesquisa da Reuters com analistas.

Por outro lado, os estoques de gasolina recuaram em 1,4 milhão de barris na última semana, para 226,8 milhões de barris, menor nível desde novembro, enquanto as expectativas apontavam para queda de 471 mil barris. As reservas de produtos refinados diminuíram em 962 mil barris, em linha com o esperado.

“Estamos vendo uma melhora sólida no fronte da demanda por produtos refinados”, afirmou John Kilduff, sócio da Again Capital em Nova York.

VÍDEOS: Últimas notícias de Economia



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui