Pelagem pintada é um dos diferenciais dos cavalos appaloosa | Nosso Campo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Toda raça de cavalo tem uma qualidade que chama a atenção. No caso do appaloosa, a pelagem é um dos diferenciais, sendo um dos motivos para que a raça tenha conquistado a preferência de índios norte-americanos no passado.

O appaloosa é criado no Brasil há aproximadamente 50 anos. Um haras localizado no município de Quadra (SP) tem cerca de 30 animais e o destaque são os cavalos da raça.

O gerente e treinador do haras, Marcelo Dias Gonçalves, explica que não é possível garantir uma pelagem assim, pois há sempre um pouco de imprevisibilidade.

O surgimento das pintas pode levar até três anos e é por isso que o registro dos animais é feito no momento do nascimento. Três anos depois, ocorre o registro definitivo. Não faltam casos de mudanças de pelagem.

(Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 28/11/2021)

Pelagem pintada é um dos diferenciais dos cavalos appaloosa

As pelagens pretas e com pintas brancas são as mais valorizadas. Os exercícios dos cavalos do haras são realizados de segunda-feira a sábado, durando cerca de 15 minutos.

O appaloosa é usado em trabalhos na fazenda e em competições, como o Hopefisher, de 11 anos de idade. Além de ser um reprodutor, ele é bicampeão nacional da raça. Por ser homozigoto, ele só gera filhos com o mesmo padrão de pelagem.

Além disso, a raça também é tida como um animal versátil, podendo ter diferentes aptidões. Além das competições e dos trabalhos na fazenda, o cavalo pode ser utilizado como animal de sela.

VÍDEOS: veja as reportagens do programa



Fonte: G1