Passageiros voam a ‘lugar nenhum’ para fazer compras com descontos em free shops na Coreia do Sul | Economia

0
9


Durante a pandemia da Covid-19, viajar de avião deixou de ter como único objetivo fazer a conexão entre duas cidades. Companhias aéreas sul-coreanas lançaram uma nova opção de viagem para enfrentar a crise do setor: voos para “lugar nenhum”. Neles, os passageiros pousam no mesmo aeroporto de partida apenas para fazer compras em free shops com desconto exclusivos.

Oferecidos pela Hanjin Travel e pela Korean Air, os voos têm duração de duas horas e meia e aterrissam no Aeroporto Internacional de Incheon, o maior da Coreia do Sul e um dos maiores do mundo — onde foi realizada também a decolagem.

Para incentivar as transações financeiras no país, o governo anunciou em novembro que isentaria temporariamente as obrigações de quarentena para os passageiros que comprassem passagens para esses voos e permitiria a venda de produtos isentos de impostos.

Com apoio do estado, os free shops estão oferecendo promoções para compras antecipadas pelo site e pelos sistemas de pagamento locais, como o KakaoPay.

No Lotte Duty Free, por exemplo, passageiros que ocuparem assentos em classes privilegiadas acumulam pontos que podem ser trocados por presentes no setor de cosméticos ou descontos em pagamentos eletrônicos.

Lotte Duty Free no aeroporto internacional de Incheon, na Coreia do Sul — Foto: Divulgação

De acordo com as companhias aéreas, todos os passageiros do voo para “lugar nenhum” devem usar uma etiqueta que informa “Voo de turismo internacional sem aterrissagem no Aeroporto Internacional de Incheon”, que são entregues durante o check-in.

O objetivo da etiqueta é distingui-los dos demais viajantes vindos do exterior que precisam fazer a quarentena obrigatória de 14 dias.

No desembarque, os passageiros se dirigiram a um posto de controle de imigração específico para o voo e rapidamente ficaram livres para voltar para casa com suas — várias — mercadorias.



Fonte: G1