Obras e novas rotas: saiba o que pode mudar no Aeroporto da Pampulha, leiloado nesta terça | Minas Gerais

0
19


Os investimentos estimados pelo governo de Minas Gerais são de R$ 151 milhões. Deste total, cerca de R$ 65 milhões serão investidos nos primeiros 36 meses.

No leilão realizado nesta terça-feira (5), o Grupo CCR arrematou o terminal com um lance de R$ 34 milhões de outorga fixa. Ele disputou o aeroporto com o Consórcio ASA, que ofereceu R$ 33 milhões. O lance mínimo era de R$ 9,8 milhões.

A arrecadação de impostos está estimada em R$ 99 milhões.

Romeu Zema participa de leilão do Aeroporto da Paumpulha — Foto: B3/Reprodução

Os investimentos previstos no aeroporto pelo governo do estado são:

  • construção de um terminal de aviação geral
  • sistema de pistas de táxi
  • recuperação parcial do pavimento da pista
  • preparação para novos hangares

Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo

A CEO do Grupo CCR, Cristiane Gomes, disse em entrevista coletiva na B3 que novas rotas serão implementadas no Aeroporto da Pampulha em breve. A partir do ano que vem, a concessionária passa a administrar 16 terminais no país.

Em abril, o grupo arrematou aeroportos de Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Navegantes (SC), Londrina (PR), Joinville (SC), Bacacheri (PR), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS), Bagé (RS), Goiânia (GO), São Luís (MA), Teresina (PI), Palma (TO), Petrolina (PE) e Imperatriz (MA).

“Faz parte do plano da CCR tornar cada vez maior essa plataforma. O nosso objetivo é criar novas rotas. Com essa retomada, vamos reorganizar junto a companhias aéreas novos trechos complementares”, disse Cristiane.

Leilão do aeroporto da Pampulha vai aconter na Bolsa de Valors de São Paulo — Foto: Seinfra/Divulgação

O Aeroporto da Pampulha é um dos principais polos de manutenção de aeronaves, aviação geral e executiva do país. Criado em 1933, ele compreende uma área de 2 milhões de m².

Em 2013, com a privatização do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, o terminal deixou de operar, gradualmente, voos de grande porte. No momento, ele atende o tráfego de aeronaves da aviação executiva e da aviação geral.

Em 2020, a Infraero deixou de administrar o terminal, repassando a responsabilidade para o governo do estado. Quase um ano depois, ele foi agora leiloado e arrematado pela CCR.

O Aeroporto da Pampulha tem quase 30 hangares. Nos últimos cinco anos, a média anual de passageiros no terminal foi de cerca de 325 mil.

Veja os vídeos mais assistidos do G1 Minas:



Fonte: G1