Objetivo com leilões é investimento, não arrecadação, diz ministro da Infraestrutura | Economia

0
12


O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta terça-feira (6) que o objetivo do governo federal com os leilões é aumentar o investimento do Brasil, não melhorar a arrecadação.

Nesta semana, o governo federal retoma sua agenda de privatizações com a previsão de realização de três leilões de infraestrutura. Entre os dias 7 e 9 de abril, serão ofertados à iniciativa privada 22 aeroportos, 1 ferrovia e 5 terminais portuários.

Aeroporto Afonso Pena deve ser leiloado nesta quarta-feira (7) — Foto: Reprodução/RPC

Chamada pelo governo de “Infra Week”, a semana de leilões tem potencial de garantir, segundo o Ministério da Infraestrutura, mais de R$ 10 bilhões em investimentos no Brasil.

“É com investimento que a gente vai diminuir o gap de infraestrutura do país e gerar empregos”, disse Tarcísio durante a abertura da “Infra Week”. “O setor de infraestrutura será a alavanca do emprego.”

Entre 2019 e 2020, o governo transferiu 41 ativos para a iniciativa privada. Eles foram responsáveis por R$ 44,3 bilhões em investimentos , segundo o ministério, e renderam R$ 13,4 bilhões em pagamento de outorgas.

“A geração de outorga contribui em alguma medida para o esforço fiscal do estado, mas não é o nosso objetivo”, afirmou o ministro. “Tanto é que nós estamos usando as outorgas para fazer investimento cruzado em ferrovias, para trazer mais investimentos ou amortecer riscos.”

Neste ano, o Ministério da Infraestrutura planeja realizar o leilão de cerca de 50 ativos. E a promessa é de contratar R$ 260 bilhões em investimentos transferidos para a iniciativa privada até o fim do governo Jair Bolsonaro.

Segundo Freitas, a repercussão econômica desse investimentos deve começar a ser sentida a partir de 2024, quando os projetos começarão a ser materializados.

O primeiro leilão da semana será o da concessão de 22 aeroportos, marcado para quarta-feira (7), a partir das 10h, na sede da B3, em São Paulo. Na quinta-feira (8), será a vez do leilão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). Na sexta-feira (9), serão ofertados 5 terminais portuários no Maranhão e no Rio Grande do Sul.

Vídeos: Últimas notícias de economia



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui