'No ano em que a gente comemoraria 10 anos, tivemos de fechar', diz ex-dono de buffet

0
19




Com a crise da Covid-19, o cozinheiro Pedro Roxo fechou as portas de seu buffet em agosto e se mudou para Ilhabela, litoral norte de SP, onde está montando um negócio de catering náutico e chef pessoal. Sem perspectivas de retomada, buffet encerra operações ao completar uma década
O empresário Pedro Roxo planejava comemorar 10 anos do Manja Gastronomia, na zona Oeste de São Paulo, este ano. A crise da Covid-19, no entanto, mudou os planos do cozinheiro: no lugar de comemorar uma década do buffet, ele teve de fechar as portas do negócio em agosto.
‘Quem está no clima para fazer festa?’, diz dono de buffet sobre retomada
Para gerar receita, buffet implementa delivery de refeições, mas ainda usa reserva financeira
Pedro Roxo está oferecendo aulas de gastronomia especializada em peixes e em frutos do mar em Ilha Bela (SP)
Arquivo Pessoal
Desde o início da pandemia, o G1 está acompanhando as histórias de empreendedores que estão tentando sobreviver à crise. Veja aqui o que os mesmos empresários contaram em abril; o que disseram em maio, em julho, em setembro, e os novos depoimentos este mês:
Bruno Bernardo, sócio do Ink Bar e do escritório Lab Off: ‘Vivemos ‘vários anos’ dentro de 2020’
Younes Bari, sócio do Bar Kaia: ‘Espero que a gente consiga sobreviver até a metade do ano que vem’
Irenildo Queiroz, dono do Bar do Bigode: ‘Eu não tenho mais fôlego’
Cláudia Mendes, dona da Laundry Express: ‘Foi o pior ano para nós empresários’
Veja também o que Pedro Roxo contou ao G1 nos meses anteriores:
em março
em maio
em julho
em setembro
Novos rumos
Nos primeiros meses de pandemia, Roxo utilizou um fundo de reserva feito para emergências e implementou sistemas próprios de delivery de refeições e de aulas de gastronomia on-line.
O novo faturamento, contudo, chegou a apenas 20% do que a empresa registrava antes da pandemia e não foi suficiente para cobrir os gastos do buffet, calculou o empresário.
“No final do ano, gastamos todo nosso fundo de reserva. O delivery estava bacana, mas não foi suficiente. No ano em que a gente comemoraria 10 anos, tivemos de fechar”, afirmou.
Bancada do buffet Manja Gastronomia, que fechou as portas em agosto
Divulgação/Manja Gastronomia
Com o fim do buffet, Pedro se mudou para Ilhabela, litoral norte de São Paulo, onde continua oferecendo consultoria e cursos online de gastronomia e está montando um novo negócio de catering náutico e chef pessoal — especializado em alimentação e bebidas para proprietários de iates e barcos.
“Esperava um ano de consolidação, mas ninguém poderia prever uma situação dessa. Tinha planos pessoais de vida e acabei juntando tudo e me mudei para Ilhabela. Foquei meu trabalho em peixes e em frutos do mar”, destacou o cozinheiro.



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui