Negócio ajuda geração de renda para mulheres vítimas de violência por meio da costura | Pequenas Empresas & Grandes Negócios

0
23


Em 2017, Renata Rizzi investiu R$ 100 mil e criou uma marca própria para ajudar no resgate da autoestima e na geração de renda para mulheres vítimas de violência doméstica.

A empreendedora fez parceria com ONGs, que encaminham mulheres de abrigos e centros de defesa para participar das oficinas.

Elas aprendem técnicas de beneficiamento têxtil, tingimento, costura e bordado. Produzem quimonos, ecobags, camisetas e lenços. E recebem conforme a produção e a complexidade do desenho, no mínimo R$ 10 por peça.

Cada uma é inspirada na história da mulher que a produz. Pode levar o nome de uma flor, uma frase, uma palavra, para preservar a identidade dela.

Antes da pandemia, as peças eram vendidas em feiras e eventos. Agora, tudo é vendido pelo e-commerce da marca e também para o mercado corporativo.

Natália Seibel entrou como sócia para ajudar nesse trabalho. Em 2020, o faturamento foi de R$ 80 mil. Já de janeiro a março de 2021, foi de R$ 87 mil.

A iniciativa fez a empresa receber apoio de uma incubadora do setor de negócios de impacto social. Mais de 50 mulheres já encontraram nas oficinas de bordado e costura uma nova chance de recomeçar. E quase R$ 40 mil de renda foram gerados por elas e para elas.

Veja a reportagem completa no vídeo acima.

Utopiar
Rua Itápolis, 1893 – Pacaembu
São Paulo/SP – CEP: 01245-000
Telefone: (11) 99922-2329
E-mail: [email protected]
Site: www.utopiar.com.br
Instagram: @vamosutopiar
Linkedin: https://www.linkedin.com/company/vamosutopiar



Fonte:G1