Mourão diz que Bolsonaro é o responsável por tudo o que acontecer na gestão da pandemia

0
94

Mourão diz que Bolsonaro é o responsável por tudo o que acontecer na gestão da pandemiaO presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), participou no início do último mês de fevereiro de um evento e, ao se dirigir ao ministro da Educação, Milton Ribeiro, esqueceu o nome do comandante da pasta, provocando uma situação curiosa ao culpar um assessor pelo esquecimento.

Em outro episódio ainda mais curioso, o ocupante do Palácio da Alvorada colocou a culpa em ONGs e no ator estadunidense Leonardo DiCaprio pelas queimadas na Amazônia. Bolsonaro também é conhecido por esquivar-se de suas atribuições como presidente da República, como no caso em que o Supremo Tribunal Federal (STF) simplesmente afirmou que tanto a União quanto os estados e municípios são responsáveis por tomarem medidas em relação à pandemia da Covid-19.

Ou seja, a decisão da Corte simplesmente dá aos prefeitos e governadores autonomia para tomarem decisões no combate ao coronavírus, sem eximir o presidente da República de suas atribuições, como Bolsonaro costuma dizer.

Por diversas vezes, Jair Bolsonaro também colocou na conta da imprensa situações que são responsabilidade do Governo federal. Curiosamente, Bolsonaro constantemente repete que ele é o presidente da República, que é ele quem manda, porém, raramente assume a responsabilidade por seus atos, jogando sempre a responsabilidade para outras pessoas ou organizações.

MOURÃO

O vice-presidente Hamilton Mourão, em fala nesta terça-feira (16), deu mostras de que não concorda com o presidente da República. Depois do anúncio da terceira troca de titular do Ministério da Saúde desde o começo da pandemia, o vice de Bolsonaro declarou que o ministro apenas se dedica a executar as decisões do presidente da República.

Mourão foi claro ao dizer que Bolsonaro é o “responsável por tudo o que aconteça ou deixe de acontecer”. Hamilton Mourão teceu comentários sobre a troca do general Eduardo Pazuello pelo cardiologista Marcelo Queiroga no comando do Ministério da Saúde. A substituição foi anunciada na segunda-feira (15/03) pelo presidente da República.

Jair Bolsonaro está sendo pressionado pelo momento mais grave da pandemia no Brasil, em que o número de mortos se aproxima de 280 mil, faltam vacinas e leitos de UTI nos hospitais. A troca ainda não foi oficializada, pois ainda não saiu no Diário Oficial da União (DOU).

MANDANTE

Segundo Mourão, é o presidente da República quem define a função do ministro, sendo assim, o ministro se trata de um executor do que for decidido pelo mandatário, dessa maneira, Bolsonaro é então o responsável por tudo o que acontecer ou que deixará de acontecer.

Todas as nossas reportagens estão em constante atualização. Quem entender (pessoas físicas, jurídicas ou instituições) que tem o direito de resposta acerca de quaisquer de nossas publicações, por ter sido citado ou relacionado a qualquer tema, pode enviar e-mail a qualquer momento para [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui