Morre o economista Paulo Francini, aos 79 anos, de Covid-19 | Economia

0
22


Aos 79 anos, o economista Paulo Francini morreu nesta quarta-feira vítima de uma parada respiratória após superar a fase mais crítica da Covid-19, diagnosticada em janeiro.

Francini foi diretor titular do departamento de pesquisas e estudos econômicos da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) por muitos anos, onde coordenou negociações entre sindicatos patronais e de trabalhadores.

Participou da fundação do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) em 1989 e atuava na entidade como conselheiro desde então. Francini foi também diretor do instituto de agosto de 1997 a agosto de 2001.

Em nota divulgada hoje, a Fiesp manifestou seu pesar e o presidente da entidade, Paulo Skaf, declarou que Francini era conhecido por sua inteligência, carisma e bom humor.

Julio Gomes de Almeida, diretor-executivo do Iedi, disse que o economista foi desde a década de 90 defensor da consolidação de uma política industrial dinâmica e atrelada às transformações do mundo.

Vídeos: Últimas notícias de Economia



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui