Ministros do TSE manifestam preocupação com eleição no Amapá devido à crise de energia | Blog Ana Flor

0
12


As urnas eletrônicas têm baterias com autonomia de cerca de dez horas, o que não seria suficiente para garantir a votação ao longo do dia, já que têm de ser acionadas para testes antes de iniciada a votação, marcada para o período entre 7h e 17h.

O primeiro turno das eleições será no próximo dia 15, e a expectativa do Ministério das Minas e Energia é de normalização da situação no Estado em dez dias.

O blog ouviu dois ministros da corte eleitoral, que decidiu ceder baterias novas de urnas eletrônicas para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amapá, a fim de assegurar a realização das eleições no primeiro turno com baterias extras.

Nesta sexta-feira (6), em nota, o presidente do TRE-AP, desembargador Rommel Araújo, afirmou que o governo estadual assegurou o fornecimento de energia para realização da eleição.

“Mesmo diante dos últimos acontecimentos relacionados ao “apagão” em grande parte do Estado, o Governo do Amapá garantiu que haverá energia em todos os locais de votação, já que as medidas para solucionar o problema estão sendo adotadas também pelo Governo Federal”, diz o texto da nota.

Entenda o apagão no Amapá em 5 pontos

Entenda o apagão no Amapá em 5 pontos



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui