melhor cálculo para os benefícios

0
31


INSS: melhor cálculo para os benefícios Quem está planejando aposentadoria por idade pode parar de contribuir; manter, diminuir ou aumentar o valor da contribuição, explica o advogado Nicholas Bocchi, especialista em previdência no Bocchi Advogados Associados.

Sugiro que veja o conteúdo sobre os requisitos da aposentadoria por idade antes de ler como este benefício é calculado.

COMO É FEITO O CÁLCULO

O valor do benefício é calculado com base na média dos salários desde julho de 1994 até a data da aposentadoria. Este valor é chamado de salário-de-benefício.

A partir da reforma da previdência ocorrida em 2019, na aposentadoria por idade, é possível excluir as menores contribuições, desde que fique preservado pelo menos quinze anos de contribuição.

ACRÉSCIMO DE 2% POR ANO

O beneficiário pode optar pela possibilidade de não excluir contribuições, se for mais vantajoso, e aumentar 2% para cada ano de serviço que ultrapassar o limite mínimo de carência de quinze anos.

É diferente da aposentadoria por tempo de contribuição.

MANTER O VALOR DAS CONTRIBUIÇÕES

Para definir o valor da contribuição até chegar a hora da aposentadoria é necessário calcular a média salarial: o salário-de-benefício.

Após a definição desta média salarial e o valor for, por exemplo, R$ 2.000,00, o contribuinte vai concluir se fizer contribuições com valor inferior, irá reduzir esta média, então a estratégia pode ser manter este valor.

DIMINUIR O VALOR DAS CONTRIBUIÇÕES

Mas atenção, o valor do benefício pode ser 60% desta média, o que implicará em um benefício próximo ao salário mínimo, então a estratégia pode ser a redução do valor da contribuição.

Ainda é possível alterar a forma de contribuir, por exemplo como MEI – Microempreendedor Individual, o que permite reduzir a contribuição de 11% ou 20% para apenas 5% sem perder direitos.

Tudo dependerá do planejamento previdenciário.

AUMENTAR O VALOR DAS CONTRIBUIÇÕES

Esta dica é sensacional. Especial para você. É conhecida como o milagre da aposentadoria.

Ela só perde para a próxima dica que é parar de pagar o INSS sem perder direitos.

Depois da reforma da previdência abriu-se uma brecha enorme na lei para poder aumentar e ter o benefício até três vezes e meia maior.

Se o segurado excluir da média todas as contribuições baixas desde julho de 1994 e fizer uma contribuição pelo teto, apenas uma contribuição pelo teto, que agora no ano de 2021 é de R$ 6.433,57, dá para se aposentar com, pelo menos, 60% deste valor.

Então dá para ter uma aposentadoria de R$ 3.860,14, que é 3,5 vezes o valor do novo salário mínimo que em 2021 é R$ 1.100,00.

É necessário um planejamento previdenciário responsável. Consulte um advogado.

PARAR DE CONTRIBUIR

Caso você já tenha completado os 15 anos de carência, de contribuição, e só falta a idade para ter direito ao benefício, então dá até para parar de pagar o INSS e esperar a idade chegar.

Cuidado para não perder a qualidade de segurado e, por consequência, os benefícios de risco.

Fonte: Bocchi Advogados Associados










Fonte:
R7