Lucro de R$ 5,9 bilhões do FGTS será distribuído aos trabalhadores

0
17


O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) planeja distribuir o montante de R$ 5,9 bilhões referente ao lucro do fundo entre as contas dos trabalhadores formais a partir de agosto. O valor representa 70% do lucro registrado pelo fundo em 2020.

A ideia é oferecer aos trabalhadores uma remuneração suficiente para repor as perdas financeiras causadas pela inflação do ano passado, que fechou em 4,52%. Os cálculos das despesas somaram R$ 25 bilhões e as receitas, R$ 33,4 bilhões. Assim, a diferença foi o lucro de R$ 8,4 bilhões.

Leia mais: FGTS: Fundo poderá ser usado como garantia para locação residencial

O depósito dos recursos acontecerá nas contas vinculadas dos trabalhadores. Poderão receber o dinheiro trabalhadores que registraram saldo positivo em conta no dia 31 de dezembro do ano passado. A quantia para cada beneficiário será proporcional ao saldo acumulado nessa data. Quanto maior o valor, maior a remuneração.

Lembrando que os recursos podem ser retirados apenas mediante as regras tradicionais de saque do FGTS. Isso pode acontecer durante a compra de primeiro imóvel, aposentadoria, demissão sem justa causa (para trabalhadores que não optaram pelo saque-aniversário) e doenças graves.



Fonte: R7