Louveira abre cadastro em auxílio emergencial de R$ 3 mil para comerciantes na pandemia; veja regras | Campinas e Região

0
12


A Prefeitura de Louveira (SP) informou nesta terça-feira (6) que os comerciantes de serviços não essenciais já podem se cadastrar para receber o auxílio financeiro emergencial municipal de R$ 3 mil. Serão três parcelas de R$ 1 mil, mas é necessário se enquadrar em regras estabelecidas pelo Executivo. Veja a lista de atividades e regras abaixo.

O benefício é mais restrito, mas supera o auxílio do governo federal, que começa a ser pago nesta terça em todo o Brasil a 2,36 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro; veja o calendário completo. O valor médio da ajuda é de R$ 250.

Confira as datas de pagamento das parcelas do novo auxílio emergencial

Confira as datas de pagamento das parcelas do novo auxílio emergencial

500 beneficiados em Louveira

No caso de Louveira, cerca de 500 comerciantes que foram obrigados a fechar as portas para cumprir as fases mais restritivas do Plano SP para enfrentamento à pandemia da Covid-19 devem ser contemplados com as três parcelas de R$ 1 mil. A cidade tem população estimada em 49,9 mil habitantes, segundo o IBGE.

Segundo a prefeitura, os pagamentos começam ainda neste mês de abril. O investimento total é estimado em R$ 1,6 milhão.

O interessados devem entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico pelo e-mail [email protected] ou pelo número (19) 99933-4665 para fazer o cadastro.

Veja as atividades contempladas

  • Restaurantes
  • Lanchonetes
  • Academias de esportes e centros de ginástica
  • Bares sem entretenimento
  • Bares com entretenimento que realizam shows e afins
  • Lojas de roupas
  • Lojas de calçados
  • Lojas de variedades e quinquilharias
  • Cabelereiros
  • Barbeiros
  • Manicures e pedicures

Regras para os comerciantes interessados

  • Demonstrar que exerce uma das atividades econômicas listadas acima na cidade há pelo menos um ano e que esteja regularmente cadastrado na Secretaria Municipal de Finanças e Economia.
  • Demonstrar que possui contrato de locação do estabelecimento empresarial ou equipamentos utilizados em sua atividade econômica.
  • Declarar que possui carência financeira para manutenção de seu estabelecimento.

Pagamento condicionado a medidas sanitárias

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, os estabelecimentos beneficiados precisam cumprir as medidas sanitárias de combate ao coronavírus.

Em caso de descumprimento às normas estabelecidas pelo Plano São Paulo e demais determinações expedidas pela Vigilância Sanitária de Louveira, “os valores recebidos terão que ser devolvidos de forma integral”, alertou a administração.

A cidade registra desde o início da pandemia até esta segunda (5) 2.471 infectados pelo coronavírus, sendo 39 mortes por complicações da doença.

Dúvidas sobre o auxílio?

Mais informações podem ser esclarecidas pelo telefone (19) 3878-9700 ou pelo e-mail: [email protected]

Playlist: tudo sobre Campinas e região



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui