Latam registra prejuízo de mais de US$ 900 milhões no primeiro semestre

Na noite da terça-feira 9, a Latam Airlines divulgou os resultados financeiros do segundo trimestre do ano. O balanço mostrou prejuízo de pouco mais de US$ 520 milhões (quase R$ 3 bilhões). No acumulado do primeiro semestre, as perdas alcançaram cerca de US$ 900 milhões (R$ 4,6 bilhões).

As receitas mais que dobraram nos seis primeiros meses em relação ao mesmo período do ano passado. As despesas, contudo, também tiveram aumento expressivo, sobretudo com arrendamento de aeronaves, comissões para tripulantes e combustíveis (o preço do querosene de aviação subiu mais de 70% somente no Brasil em 2022).

Segundo o relatório da Latam, o prejuízo é “explicado principalmente pelo já mencionado aumento acentuado dos custos de combustível das aeronaves e pelos custos de recuperação registrados em outras receitas/(despesas) ajustadas”.

Em nota, o CEO da Latam, Roberto Alvo, afirmou que, “apesar de termos avançado na recuperação operacional, continuamos cautelosamente otimistas em relação aos próximos meses, monitorando de perto os preços dos combustíveis e as variáveis ​​macroeconômicas, pois o setor ainda se encontra em um ambiente muito dinâmico”.

Acionistas aprovam ‘nova estrutura de capital’

Ao anunciar o resultado do segundo trimestre, a companhia aérea também comunicou que, em 18 de junho, o Tribunal de Falências dos EUA para o Distrito Sul de Nova Iorque confirmou a aprovação do Plano de Reorganização da Latam. Com isso, os acionistas já autorizaram medidas para “avançar com a nova estrutura de capital da companhia e a emissão dos instrumentos de financiamento apresentados no plano”.

“Encerramos um segundo trimestre com um progresso significativo em nosso processo de reorganização do Capítulo 11 e esperamos sair dele durante o último trimestre deste ano”, disse Alvo, fazendo referência ao capítulo 11 da legislação norte-americana, que trata de falências e recuperação judicial. A companhia pediu a recuperação judicial em maio de 2020, mas sem envolver as operações no Brasil e na Argentina.

Maior companhia aérea da América Latina, a Latam opera voos para todo o continente e para diversos países da Europa.

Leia também: “Ops, os pilotos sumiram”, reportagem publicada na Edição 122 da Revista Oeste



Fonte: Economia R7