IR 2022: Recebo aluguel e não paguei o carnê-leão; o que eu faço? | Imposto de Renda

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Quem recebe rendimento de aluguel precisa pagar o carnê-leão todos os meses se receber mais de R$ 1.903,99 mensais. Se esse pagamento não foi feito ao longo de 2021, a pessoa corre o risco de cair na malha fina.

No programa, ele deve informar na ficha “Demonstrativo de Apuração”, mês a mês, todos os valores recebidos de aluguel. O programa calcula o imposto mensal a ser pago a partir dos valores que superam a faixa de isenção.

Tenho que declarar aluguel de imóvel?

O carnê-leão deve ser pago por meio do Darf (Documento de Arrecadação de Receitas Federais utilizado para pagamentos de impostos, contribuições e taxas), sempre até o último dia útil do mês seguinte ao do recebimento do rendimento do aluguel.

Caso o contribuinte não tenha pago o carnê leão durante o ano de 2021, ele deve fazer um retroativo e recolher o Imposto de Renda de acordo com o vencimento acrescido de até 20% + juros com base na taxa Selic, explica Charles Gularte, vice-presidente de operações da Contabilizei.

Na declaração do IR, o contribuinte deverá lançar os valores recebidos mês a mês na Ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física e do Exterior pelo Titular ou Dependente” na aba “Outras Informações” da coluna relativa a “Aluguéis”.

A pessoa pode declarar o rendimento do aluguel mesmo sem ter realizado o pagamento do carnê-leão, mas corre risco de cair na malha fina, explica o contador Felipe Oliveira. Se isso acontecer, ele aconselha que o contribuinte faça mesmo assim o pagamento do carnê-leão atrasado, ainda que seja após a entrega da declaração, para regularizar.

A malha fina não cobra multa por penalidade, apenas “multa de acréscimo pelo pagamento do imposto fora do prazo”, explica Gularte.



Fonte:G1