Indicador de tendência de emprego da FGV sobe em maio e volta ao mesmo patamar do início do ano | Economia

0
14


O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) da Fundação Getulio Vargas subiu pelo segundo mês seguido, retornando ao mesmo patamar de janeiro. O índice subiu 4,7 pontos em maio, para 83,4 pontos.

Em médias móveis trimestrais, o IAEmp variou 0,1 ponto, para 79,7 pontos, interrompendo a sequência de queda iniciada em janeiro de 2021.

“A recuperação dos últimos dois meses deixa o indicador no mesmo patamar do início do ano. A melhora nas expectativas para o mercado de trabalho tem sido influenciada pela flexibilização das medidas restritivas e do avanço do programa de vacinação. O cenário para os próximos meses parece ser de continuidade dessa retomada, mas ainda de maneira gradual e com alguns riscos, em especial, o de novas ondas da pandemia”, afirmou Rodolpho Tobler, economista do FGV IBRE.

Seis dos sete componentes do IAEmp tiveram alta no mês, com a maior contribuição vindo do indicador de Situação Atual dos Serviços, em 2,2 pontos, ou 47%, para a alta do indicador agregado. Em maio, apenas o indicador de Tendência de Negócios da Indústria contribuiu de forma negativa para o resultado.

Apesar da forte criação de vagas formais nesse início de ano, o desemprego foi recorde no trimestre encerrado em março, com taxa de desocupação de 14,7% e um total de 14,8 milhões de pessoas desempregadas, segundo o IBGE.

Desemprego atinge taxa de 14,7% no país, aponta IBGE

Desemprego atinge taxa de 14,7% no país, aponta IBGE



Fonte:G1