Ibovespa opera em queda nesta quinta-feira


No dia anterior, indicador fechou em queda de 1,02%, a 109.068 pontos. Ibovespa
Pexels
O Ibovespa, principal índice da bolsa de valores de São Paulo, a B3, opera estável nesta quinta-feira (8), com o mercado repercutindo a aprovação da PEC da Transição no Plenário do Senado e a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central do Brasil em manter a Selic, taxa básica de juros, em 13,75% ao ano.
Às 10h02, o Ibovespa subia 0,09%, a 108.966 pontos. Veja mais cotações.
No dia anterior, o indicador fechou em queda de 1,02%, a 109.068 pontos. Com o resultado, o índice acumula queda de 3,03% no mês. No ano, entretanto, tem alta de 4,06%.
LEIA TAMBÉM:
ENTENDA: Por que a PEC da Transição deixou o mercado ‘nervoso’?
EM ALTA: Como o dólar valorizado afeta a todos
O que está mexendo com os mercados?
Na noite desta quarta-feira, o Senado Federal concluiu a votação da PEC da Transição, que foi aprovada em dois turnos com larga vantagem e segue para avaliação na Câmara dos Deputados. A proposta da equipe de transição do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, visa abrir espaço para custear as principais promessas de campanha do governo.
O texto aprovado amplia o teto de gastos em R$ 145 bilhões para acomodar o Bolsa Família de R$ 600, mais um auxílio de R$ 150 por criança de até seis anos, além de liberar verba para outros programas sociais. A validade para este aumento no Orçamento é de dois anos e Lula terá oito meses, até agosto de 2023, para enviar ao Congresso um novo regime fiscal em substituição ao teto de gastos.
CCJ do Senado aprova PEC da Transição para bancar o Bolsa Família
Também na última noite, o Copom decidiu pela manutenção da taxa Selic em 13,75% ao ano, patamar que permanece pela terceira reunião consecutiva.
“No comunicado, o BC mantém claro que seu principal objetivo é consolidar não apenas o processo de desinflação como também a ancoragem das expectativas em torno de suas metas no horizonte relevante (aproximadamente seis trimestres à frente)”, destaca Vinicius Romano, analista de renda fixa da Suno Research.
Ainda no cenário doméstico, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que as vendas no varejo cresceram 0,4% em relação a setembro e 2,7% na comparação anual.
No exterior, investidores aguardam pela divulgação da inflação dos Estados Unidos nesta sexta-feira (9), que pode ditar os rumos da próxima reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), marcada para terça e quarta-feira da semana que vem.
O mercado espera por mais uma alta nas taxas de juros do país, hoje entre 3,75% e 4,00% ao ano, mas numa proporção menor do que a observada nas últimas reuniões – em que o Fed promoveu aumentos de 0,75 ponto percentual.

Fonte: Portal G1