Governo federal estima R$ 180 bilhões em investimentos em ferrovias

0
40


O Ministério da Infraestrutura estima que serão investidos R$ 180 bilhões no país graças ao Novo Marco Legal das Ferrovias, o Pro Trilhos, sancionado em 23 de dezembro de 2021. A expectativa é que, com esses recursos, seja construída uma malha adicional de 15 mil quilômetros de ferrovias privadas.

De acordo com um levantamento feito pela pasta, foram apresentados 64 requerimentos ao governo federal. Entre eles, há 60 pedidos para instalação de linhas férreas e outros quatro para a instalação de pátios ferroviários.

As propostas foram protocoladas por 22 empresas e têm 16 unidades da Federação como origem e destino: Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Pernambuco, Piauí, Bahia, Tocantins, Pará e Roraima.

A marca alcançada pelo Pro Trilhos representa 50% de toda a malha ferroviária nacional, que atualmente é de 30 mil quilômetros. Os investimentos do setor privado para a execução das novas ferrovias autorizadas somam 23 vezes o orçamento do Ministério da Infraestrutura em 2021. A pasta cuida não apenas das ferrovias, mas também de todos os ativos de infraestrutura de transportes federais, incluindo portos, aeroportos, rodovias e hidrovias.

Um dos atrativos do novo marco é a possibilidade de exploração do setor por meio de autorização, e não apenas por licitação. Por esse modelo, o Estado permite que as empresas privadas invistam em projetos sem precisar se submeter a condições prévias, como local e extensão. Em contrapartida, no entanto, as companhias assumem o risco da operação.

Com informações do jornal O Globo





Fonte: R7