Governo do Rio e ministério criam grupo de trabalho para ajustar licitação do Santos Dumont

0
22


O Governo do Estado do Rio de Janeiro e o Ministério da Infraestrutura vão montar um grupo de trabalho conjunto para aprimorar o modelo de concessão do aeroporto Santos Dumont (RJ), segundo comunicado conjunto divulgado pelas partes na quarta-feira à noite.

O Santos Dumont deve ser leiloado durante a 7ª rodada de concessões aeroportuárias, prevista para o primeiro semestre de 2022, junto com outros aeroportos incluindo o de Congonhas (SP).

O grupo atuará por 30 dias a partir de 19 de janeiro e pretende encontrar uma “solução técnica conjunta que garanta o equilíbrio do sistema multi-aeroportos do Estado, de modo que os aeroportos Santos Dumont e Galeão operem de forma coordenada”, segundo a nota.

O temor de muitos segmentos é que a concessão de Santos Dumont, seguida de eventuais permissões para voos mais longos e internacionais, poderia causar um esvaziamento do terminal internacional do Galeão, também no Rio de Janeiro.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) já aprovou as minutas do edital da 7ª rodada e o processo está agora no Tribunal de Contas da União..

O grupo de trabalho será formado por técnicos dos governos federal e estadual, representantes do consórcio contratado para elaboração dos estudos da rodada, setor produtivo fluminense e demais autoridades locais.

O senador Carlos Portinho (PL-RJ), que vinha se posicionando contra a concessão nos moldes atuais, também participou da decisão para a criação do grupo de trabalho, de acordo com a nota.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0C0K5-BASEIMAGE









Fonte: Mix Vale