Governo do Japão vai ajudar a financiar inteligência artificial para formar casais, diz jornal | Tecnologia

0
35


O governo japonês planeja intensificar os esforços para conter a queda na taxa de natalidade do país, ajudando a financiar sistemas de inteligência artificial (IA) para formar casais, informou um jornal local nesta segunda-feira (7).

O número de nascimentos em 2019 no país caiu 5,8%, para cerca de 865 mil, o menor número anual de todos os tempos. A queda no número de casamentos e um aumento na idade que as pessoas se casam tiveram um papel importante nesse cenário.

Em um país com uma longa história de pessoas que atuam como cupidos, os governos locais já passaram a usar sistemas de inteligência artificial para formar pares, mas muitos consideram apenas critérios como renda e idade e só produzem resultados se houver uma correspondência exata.

O mais recente investimento planejado do governo permitirá o acesso a sistemas que unem as pessoas a um parceiro em potencial, mesmo se as opções pessoais de renda ou idade não corresponderem, disse o jornal Yomiuri Shimbun.

Várias prefeituras do Japão já utilizam esses sistemas, que levam em conta os hobbies e valores das pessoas e produzem uma gama mais ampla de resultados, mas podem ser caros.

Saitama, ao norte de Tóquio, gastou 15 milhões de ienes (cerca de R$ 735 mil) no ano fiscal de 2019, mas viu apenas cerca de 21 casais estabelecendo o matrimônio.

Dados do governo mostram que o número de casamentos caiu em 200 mil no Japão de 2000 até o ano passado.

O governo federal garantirá cerca de 60% do custo dos sistemas de IA mais elaborados, dos 2 bilhões de ienes (cerca de R$ 98 milhões) que está solicitando para combater a queda da taxa de natalidade, acrescentou o jornal.

Veja os vídeos mais assistidos do G1:



Fonte: G1