Gerenciador de senhas LastPass vai limitar uso grátis do serviço para um só tipo de dispositivo | Blog do Altieres Rohr

0
11


O serviço de gerenciamento de senhas LastPass anunciou que a modalidade de uso gratuito terá uma sincronização restrita por tipo de acesso, obrigando usuários a escolherem entre a sincronização no computador ou em dispositivos móveis. A mudança deve entrar em vigor a partir de março.

Sendo um gerenciador de senhas, o LastPass criptografa as senhas do usuário com uma senha mestra e preenche automaticamente as senhas previamente cadastradas. Ele pode ser integrado ao navegador web no computador e utilizado por meio de um app no celular.

A sincronização é uma das funções mais importantes dos gerenciadores de senhas. É ela que torna as senhas criadas em um dispositivo imediatamente disponíveis em todos os demais smartphones, tablets ou computadores que o usuário possui.

Com a restrição, o uso do gerenciador de senhas em serviços que são disponibilizados tanto no computador como no celular ficará prejudicado.

A companhia também anunciou que o suporte técnico por e-mail não estará mais disponível para usuários do plano gratuito.

Uso de senhas únicas para cada site ou aplicativo ajuda a evitar dores de cabeça com vazamentos de dados. — Foto: linusb4/Freeimages.com

Muitos gerenciadores de senhas gratuitos não oferecem bom suporte para sincronização.

Em geral, é preciso que o usuário armazene o cofre de senhas em um serviço de armazenamento em nuvem para que o mesmo cofre seja utilizado em vários dispositivos. Alguns serviços pagos proíbem qualquer sincronização nos planos gratuitos.

O próprio LastPass só passou a permitir a sincronização gratuita em 2016. O programa foi lançado em 2008.

Uma alternativa que pode funcionar para alguns usuários é o serviço da Microsoft, oferecido por meio de uma extensão para o Google Chrome e como aplicativo para Android e iOS. Nos celulares, o preenchimento de senhas é integrado ao Microsoft Authenticator, o gerador de senhas temporárias da empresa.

O Google também oferece um serviço de gerenciador de senhas integrado ao Chrome. Por depender do navegador, ele é mais limitado e não conta com preenchimento automático em aplicativos no celular. É necessário acessar as senhas armazenadas e copiar e colar no aplicativo.

Ainda existem alguns serviços gratuitos de outras empresas que permitem sincronização, como o LogMeOnce e o Bitwarden.

Contudo, é necessário cautela ao escolher um gerenciador de senhas, já que o software será responsável por proteger informações sensíveis.

Também é possível usar uma combinação de serviços ou optar por um plano pago, que pode custar cerca de R$ 15 por mês.

Gerenciador de senhas são úteis para facilitar o uso de senhas diferentes em cada serviço. Devido ao risco de a senha ser exposta em um vazamento, o uso de senhas únicas evita que hackers utilizem uma mesma senha vazada para acessar outros serviço – um ataque conhecido como “credential stuffing”.

Dúvidas sobre segurança, hackers e vírus? Envie para [email protected]

Download seguro: saiba como baixar programas legítimos
Download seguro: saiba como baixar programas legítimos

2 min Download seguro: saiba como baixar programas legítimos

Download seguro: saiba como baixar programas legítimos

Baixar programas e aplicativos falsos pode causar problemas e deixar seu computador ou smartphone vulnerável a hackers.

Veja dicas de segurança digital



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui