Frigorífico de Nova Araçá registra surto de coronavírus; são 158 infectados e uma morte

38



Empresa AgroAraçá suspendeu os trabalhos por três dias e iniciou nesta sexta-feira (29) processo de desinfecção na fábrica e testagem dos colaboradores, conforme acordo firmado com o Ministério Público do Trabalho. Nova Araçá tem surto de Covid-19 em frigorífico
O Frigorífico AgroAraçá, de Nova Araçá, na serra gaúcha, registra um surto de coronavírus entre os trabalhadores. Segundo boletim do governo do Rio Grande do Sul, são 158 funcionários diagnosticados com a doença, e uma morte pela Covid-19.
A empresa informou por meio de nota que as medidas firmadas em acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT-RS) já estavam sendo programadas. Reiterou que adota, desde o inicio da pandemia, todas as medidas para a prevenção e disseminação do coronavírus com base nas orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. Veja nota completa abaixo.
Devido ao surto, a AgroAraçá firmou um acordo com o Ministério Público do Trabalho do RS (MPT-RS) para continuar as atividades de forma reduzida, após três dias de paralisação total.
A partir desta sexta-feira (29), o frigorífico passa por uma desinfecção da fábrica e faz a testagem de todos os colaboradores. Na segunda-feira (1º), a empresa retornará progressivamente aos trabalhos com 40% dos funcionários.
O quadro reduzido de empregados, com redução proporcional de abates, será mantido até o dia 10 de junho, quando deve ocorrer o retorno dos trabalhadores após avaliação clínica individual e testes específicos.
O acordo ainda prevê que os empregados que testarem positivo serão mantidos em afastamento por 14 dias, com remuneração garantida, e só devem retornar às atividades depois de 72 horas assintomáticos.
A empresa também se comprometeu a organizar a prestação de trabalho no setor produtivo, adotando uma distância de mais de um metro entre os empregados. Serão implantados anteparos físicos de material impermeável entre os postos de trabalho e fornecidas máscaras faciais de acetato.
O Termo de Ajuste de Conduta (TAC) prevê, ainda, a vacinação contra Influenza A (H1N1), A (H3N2) e B, que a empresa fará em junho, e eliminação de aglomerações em áreas comuns e no transporte oferecido pela empresa aos empregados.
A fábrica emprega 1.573 pessoas.
Nota da AgroAraçá
A AGROARAÇÁ informa que em (27/05/2020) firmou acordo com o Ministério Público do Trabalho. Assim, nos dias 29, 30 e 31 de maio, irá paralisar totalmente as suas atividades, visando à realização de testagem de 100% dos seus colaboradores, como medida preventiva à Covid-19.
Toda a ação será baseada em protocolos de especialistas, sendo acompanhada pela Secretaria de Saúde do Município que fiscalizará a triagem de eventuais casos suspeitos.
Essas medidas já estavam programadas pela AGROARAÇÁ, sendo, agora, ratificadas pelas Autoridades Competentes.
A empresa Agroaraçá Indústria de Alimentos, reitera que adota, desde o inicio da pandemia, todas as medidas para a prevenção e disseminação do Coronavírus (covid 19) com base nas orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde.
Todos funcionários do grupo de risco foram afastados imediatamente, e os que apresentaram sintomas gripais afastados em isolamento social.
É o momento de atuarmos juntos, em defesa da saúde, empregos e da economia local.
Agroaraçá Indústria de Alimentos Ltda.
Fábrica está localizada na Serra do Rio Grande do Sul
Divulgação / Agroaraçá


Fonte: G1