Ferramenta online e gratuita faz diagnóstico completo da gestão de empresas | PEGN

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Pequenos empresários que buscam melhorar a gestão têm, agora, uma ferramenta online e gratuita de diagnóstico do negócio.

Há sete anos, Evenson Dotto produz equipamentos para cozinhas industriais em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

“Eu pego uma chapa de aço e ela vira um fogão, uma geladeira, um freezer, uma estante. A gente é uma fábrica de equipamentos para cozinha. Bar, restaurante, cozinha de empresa, cozinha de hotéis, hospitais”, contou.

São 28 funcionários, administrados pelo empresário. Para ter uma visão mais ampla da empresa, Evenson usou uma solução criada por estudantes de uma escola de negócios: o “índice de performance em gestão”. Tudo é feito sob a orientação de professores.

“Para poder fazer com que ele tenha uma visão sistêmica de forma simples e objetiva sobre a sobre o microambiente da empresa”, explicou Luciano Shmitz, coordenador do Centro de Inteligência de Mercado da universidade.

Na pesquisa online que Evenson participou, ele e outros empresários responderam um questionário com 52 questões. O resultado é uma avaliação de nove áreas de um empreendimento.

“Por exemplo, marketing, finanças, RH, vendas, operações. A ferramenta oferece essa oportunidade do empresário fazer uma análise crítica de como ele está na questão gestão em comparação às empresas que foram pesquisadas já”, explicou Valmir Conde, coordenador do programa Consultoria de Negócios Strong.

“Todas as notas são em relação ao mercado, então às outras empresas que estão no segmento, até em outros segmentos. Então quanto mais empresas respondem, mais respostas a gente tem para nossa base de dados, para fazer respostas cada vez melhores em relação à nossa concorrência”, acrescentou o estudante Leonardo Marques.

A empresa do Evenson foi muito bem em quase tudo – só ficou abaixo da média na “controladoria” e no “RH”.

O Evenson achava normal uma situação que na verdade não é: o entra e sai de funcionários. E foi por causa da ferramenta que ele entendeu por que isso é de fato um problema – e que afeta a produtividade de qualquer empresa. Ele contou que o resultado da controlaria foi uma surpresa.

“Você tem que estimular sempre o pessoal, estar sempre junto com eles, pegando as ideias, discutindo e fazendo – então um foi mais ou menos esperado e outro foi novidade”, disse a estudante Luana Pantoso.

“Eles não conseguiam ver esse tipo de falha, de déficit em alguns setores e depois, com o relatório, fica totalmente mais claro.”

Até o momento, 42 empresas já fizeram a avaliação. A ideia é transformar esse material num banco de dados acessível a todos.

“O empresário não pode tomar decisões em cima do achismo. O mercado não tem mais espaço para achismo. É preciso tomar decisões assertivas. Em cima de fatos e dados. A ferramenta oferece essa oportunidade”, enfatizou Valmir Conde.

Para fazer a avaliação 360º da sua empresa, basta acessar o link da ferramenta: https://www.cim.esags.edu.br/indice-de-performance-em-gestao

Fonte:G1