Falha que deixou sites fora do ar ao redor do mundo foi causada por ‘bug’, diz empresa | Tecnologia

0
15


A falha que deixou sites de redes sociais e de importantes veículos de comunicação de todo o mundo fora do ar na manhã da última terça-feira (8) foi causada por um “bug”, segundo o Fastly, provedor de serviços de computação na nuvem que originou o problema.

Páginas de veículos como “The New York Times”, “Financial Times”, “CNN”, e de redes sociais como a Twitch e o Reddit ficaram inacessíveis por volta das 6h30 e só voltaram perto das 8h da última terça (8).

A empresa disse havia um erro em seu software que foi disparado quando um dos seus clientes alterou uma configuração.

Nick Rockwell, vice-presidente de engenharia e infraestrutura do Fastly disse em um post no blog oficial da companhia que a interrupção foi “ampla e severa”, mas que foi identificada e corrigida localmente em cerca de 49 minutos.

“Embora houvesse condições específicas que desencadearam esta interrupção, deveríamos tê-la antecipado”, disse Rockwell.

O Fastly é um provedor que ajuda a melhorar o tempo de carregamento de sites, além de fornecer outros serviços para aplicativos e plataformas da internet.

Seus serviços incluem uma grande rede de servidores ao redor do mundo projetada para reduzir sobrecargas de tráfego que podem derrubar sites.

Um dos principais produtos da companhia é a rede de fornecimento de conteúdo, ou “CDN”, na sigla em inglês.

Por meio de servidores espalhados ao redor do mundo, essa rede reduz a distância entre o usuário e o site, agilizando o carregamento das páginas. Também são utilizadas outras tecnologias como o armazenamento de trechos importantes das plataformas para acelerar esse processo.

Os produtos do Fastly atuam entre os usuários e os sites, como se fosse uma camada do meio e, por isso, o acesso a diversas páginas ficou comprometido.



Fonte: G1