Estados dos EUA podem decidir estender ou não auxílio-desemprego adicional, diz Casa Branca

0
4


Por Trevor Hunnicutt e Nandita Bose

WASHINGTON (Reuters) – Autoridades locais que desejem estender os benefícios de auxílio-desemprego adicionais poderão fazê-lo, disse a Casa Branca nesta terça-feira, um dia após o governo e o Congresso dos Estados Unidos permitirem a expiração de um programa que impulsionou a ajuda para os desempregados durante a pandemia.

Programas que fornecem até 300 dólares extras por semana para milhões de cidadãos que perderam seus empregos durante a pandemia terminaram na segunda-feira, quando se celebrou o Dia do Trabalho nos EUA.

Os benefícios emergenciais também ficaram disponíveis para pessoas que normalmente não se qualificam para o auxílio-desemprego do Estado, com cheques indo para aqueles sem emprego por um longo período de tempo e para trabalhadores que prestam serviços sob demanda, incluindo motoristas, entregadores ou pessoas que trabalham com cuidados infantis. Esses indivíduos perderão completamente o auxílio do governo.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse que há outras opções disponíveis para os Estados estenderem os benefícios às pessoas necessitadas.

O financiamento para benefícios extras de auxílio-desemprego foi fornecido como uma medida de estímulo econômico em uma série de projetos de lei em resposta à pandemia de Covid-19, incluindo o Plano de Resgate Americano de 1,9 trilhão de dólares aprovado em março pelo presidente Joe Biden e seus colegas democratas. O governo nunca pressionou por uma extensão nacional.

Psaki disse que a Casa Branca “continuará a trabalhar com os Estados onde vocês vivem para ajudá-los a implementar programas, incluindo a distribuição do financiamento do Plano de Resgate Americano, para que vocês possam obter a assistência necessária”.

A Casa Branca está deixando a escolha para os Estados e disse que trabalhará com eles para acessar outros recursos do projeto de lei de estímulo ou de outras fontes, se quiserem expandir o auxílio-desemprego.










Fonte:
Mix Vale