Esqueceu de pagar o IPTU? Veja como renegociar sua dívida e não cair na inadimplência | Economia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O sonho da casa própria é um dos objetivos de 29% dos brasileiros que investiram em 2021. Esse desejo é maior entre as pessoas de classe D/E (34%), segundo levantamento da Anbima.

Mas, com a conquista do imóvel próprio, vem a responsabilidades com as contas domésticas, como os pagamentos das contas de água, luz, internet – e o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Sim, o imposto emitido anualmente pelo governo de cada região, deve ser incluído no orçamento, porém é deixado de fora do planejamento financeira de algumas pessoas, gerando um débito “inesperado”.

Em São Paulo, cerca de 513.723 paulistanos entraram em inadimplência no segundo semestre do ano passado, afirma a prefeitura.

Seja a vista ou parcelado o pagamento do IPTU deve ser efetuado até a data limite, mas o que fazer quando passa do prazo?

Veja dicas de como renegociar sua dívida:

Perdi a data de pagamento. O que devo fazer?

Em caso de atraso é possível efetuar o pagamento de duas formas:

  • Solicitar diretamente nos terminais de autoatendimento, ou pela internet banking da rede bancária conveniada.
  • Emitindo a 2ª via do boleto no site oficial da Prefeitura Municipal da sua cidade.

Em ambos os casos, é preciso observar a nova data de vencimento do documento emitido. Em geral, o sistema já calculará o valor total a pagar, incluindo os acréscimos de juros. Para os dois casos será necessário o número de contribuinte (cadastro do imóvel) existente no carnê.

Terei que pagar multa e juros?

A partir do dia seguinte ao vencimento, começa a ser cobrada multa moratória. Também há incidência de juros sobre o valor. Tanto a multa quanto os juros podem variar dependendo do município.

O que pode acontecer com quem não paga o IPTU?

O IPTU não é considerado uma dívida com o sistema financeiro na ótica da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores (PEIC), mas sim uma despesa que ocorre no primeiro trimestre de cada ano. Caso essa despesa não seja paga pelo contribuinte até a data de vencimento, aí sim o consumidor entra na estatística das famílias com contas e/ou dívidas em atraso.

Quando o cidadão deixa de pagar seu débito com a Prefeitura ele é inscrito em Dívida Ativa e a cobrança é feita pela Procuradoria Geral do Município por meios judiciais (processo de execução fiscal) ou extrajudiciais, como o protesto, por exemplo.

Como saber se estou com o nome sujo?

Para as consultas por site ou aplicativos, é necessário um cadastro prévio.

Quem tem direito a isenção do IPTU?

Aposentados e pensionistas, entidades culturais, agremiações desportivas e Sociedades Amigos de Bairros, entre outros, podem requerer isenção de IPTU se comprovarem os requisitos específicos determinados pela lei local. Consulte a prefeitura do seu município para obter a lista completa.

Fonte: G1