Empresária cria ginástica com acessórios caseiros e fatura R$ 3 milhões | Pequenas Empresas & Grandes Negócios

0
23


A empresária Camila Dantas, conhecida como Camilão pelos alunos, se reinventou totalmente na pandemia.

No ano passado, quando foi obrigada a fechar as portas da academia que tem em Belo Horizonte, começou a fazer lives gratuitas pelo Instagram, mas o que a diferenciou na transição para o online foi transformar materiais como cabo de vassoura, garrafas de água pet e livros em acessórios de ginástica.

O improviso virou uma solução rentável: no ano passado, a empreendedora faturou R$ 3 milhões – dez vezes mais do que faturava antes da crise da pandemia.

“Eu via que o online já era uma coisa que estava vindo para minha profissão, mas eu eu confesso que eu tinha resistência”, conta.

Ela mostrou para um grande público que era possível se exercitar com materiais caseiros. E apareceu tanta gente para fazer os exercícios que ela passou a cobrar. Em 5 dias, chegou a ter 1.500 alunos.

Camila, então, criou vídeo-aulas para o cliente assistir na hora que quisesse. Lançou planos para os alunos: o mensal custa R$ 129 e o semestral, R$ 497.

A mineira Nicole Henderson se matriculou na plataforma no final do ano passado. Ela faz aulas com a barra feita de cabo de vassoura e garrafas pet, além de dois pesinhos que tem em casa. Aplicada, já perdeu 8 quilos.

“Eu era completamente sedentária antes de a pandemia acontecer. Agora estou tomando gosto pela coisa, vou continuar em casa mesmo, porque não tem desculpa, acordo, faço e estou pronta, não preciso de deslocamento. E querendo ou não, a situação ainda está complicada”, diz.

A empresária Camila Dantas já reabriu a academia física, e os alunos estão voltando aos poucos. Mas o online veio mesmo para ficar. Com quase sete mil alunos e 18 funcionários, Camila nunca imaginou fazer tanto sucesso. “O online é infinito. Eu vou longe, com certeza absoluta.”

Veja a reportagem completa no vídeo acima.



Fonte: G1