Empresa de ensino remoto Udemy pede registro para IPO

0
8


(Reuters) – A plataforma de aprendizagem online Udemy pediu registro para uma oferta inicial de ações (IPO) nos Estados Unidos nesta terça-feira, revelando que teve aumento na receita em 2020, com impulso da mudança acelerada durante a pandemia.

A receita da empresa, com sede em San Francisco, cresceu 55,6% sobre um ano antes, a 429,9 milhões de dólares. A Udemy teve prejuízo de 77,6 milhões de dólares no período.

A empresa foi avaliada em 3,3 bilhões de dólares numa rodada de financiamento em novembro passado. A expectativa é de que ela seja listada com uma avaliação muito mais alta.

A Udemy é o caso mais recente de empresas de educação online que buscam listar ações em Nova York, após a Coursera e a Nerdy abrirem capital no início deste ano.

Em 30 de junho, cerca de 42% das empresas da Fortune 100 usavam o Udemy Business, serviço de aprendizagem corporativa da empresa, segundo o prospecto da oferta. A receita do negócio mais que dobrou em 2020.

A Udemy, que oferece mais de 183 mil cursos em 75 idiomas em mais de 180 países, lançou uma assinatura direta ao consumidor no início deste ano, oferta que ainda está em testes.

Ela compete com empresas como Pluralsight, Skillsoft e LinkedIn na oferta de treinamento corporativo e com a Coursera e edX em seu mercado voltado para o consumidor.

Morgan Stanley e JP Morgan são os coordenadores do IPO. A empresa planeja se listar na Nasdaq sob o símbolo “UDMY”

(Por Sohini Podder em Bengaluru)










Fonte:
Mix Vale