Elon Musk muda de ideia com relação ao trabalho remoto.

Tudo mundo sabe que o trabalho remoto, conhecido como Home Office é um desejo de muita gente, mesmo que ainda não seja possível para todos. Já o bilionário Elon Musk, CEO da Tesla, pensa ao contrário.

Leia mais: Elon Musk é usado em deepfake para roubar criptomoedas

Segundo e-mail vazado, Musk não quer mais que os seus funcionários trabalhem remotamente, a veracidade do e-mail não foi confirmada por ele, mas o tópico do qual o e-mail se trata, sim.

Quanto mais sênior você é, mais sua presença na empresa deve ser visível”, escreveu Musk em um print enviado no Twitter. Outro argumento utilizado por ele para o trabalho presencial é que nenhuma empresa, que continuou a utilizar o trabalho remoto, apresentou um ótimo produto ou serviço.

Além disso, a Tesla de Elon Musk adotou o trabalho remoto logo no início da pandemia, para todas as funções em que isso era possível. Mesmo com a melhora nos indicadores de saúde pública, a abordagem da Tesla era diferente de outras empresas dos EUA.

Já a Apple, por exemplo, pretendia adotar gradualmente um modelo diferente de trabalho. Os funcionários deveriam trabalhar do Apple Park pelo menos três vezes por semana. Porém, houve mudança nos planos.

Por conseguinte, Elon Musk é conhecido por ser um patrão muito rígido, que instala câmeras de segurança para controlar seus funcionários, também não admite filas na máquina de café, uma vez que prejudicam a produtividade, como ele mesmo disse.

Por fim, segundo seu amigo Keith Rabois, empresário muito próximo de Elon Musk, os funcionários do Twitter terão de se preparar para “acordar”, quando os comandos da empresa forem assumidos por Musk.

Fonte: R7