É época de colher macroalgas em Santa Catarina

Alternativa gera renda a produtores de mexilhões e ostras. É época de colher macroalgas em Santa Catarina
Depois de mexilhões e ostras, as macrolagas são a mais nova aposta de cultivo dos maricultores de Santa Catarina. Elas são uma alternativa de renda a esses produtores.
Agricultores da região cultivam uma alga chamada “Kappaphycus alvarezii”. Ela é nativa de regiões tropicais dos oceanos Índico e Pacífico, e se adaptou muito bem às condições subtropicais das águas catarinenses.
São Paulo e Rio de Janeiro já tinham autorização para o cultivo comercial da espécie, mas a maior produção está em Santa Catarina.
O sistema utilizado para cultivar as algas é chamado de “tie-tie”, uma expressão que vem do inglês que, em uma tradução livre, quer dizer “amarra-amarra”. Neste método, as mudinhas de algas são amarradas numa longa corda, sempre em duplas.
Confira a reportagem completa no vídeo acima.
Vídeos mais assistidos do Globo Rural

Fonte: Portal G1