Dólar opera estável nesta terça | Economia

0
30


O dólar opera estável nesta terça-feira (13), antes da divulgação de dados de inflação norte-americanos que podem oferecer pistas sobre o futuro da política monetária do Federal Reserve (BC dos EUA), enquanto as tensões em Brasília continuavam no radar.

Às 9h20, a moeda norte-americana subia 0,06%, vendida a R$ 5,1782. Veja mais cotações.

Na segunda-feira, o dólar fechou em queda de 1,13%, a R$ 5,1750. Na parcial do mês, ainda tem avanço de 4,07% contra o real. No ano, o recuo é de 0,24%.

A partir desta terça-feira, o Banco Central dará início à rolagem dos contratos de swap cambial tradicional vincendos em 1° de outubro de 2021, no montante de 11,6 bilhões de dólares, começando com a oferta de 15 mil contratos com vencimento em janeiro e maio de 2022.

CPI foca nas empresas intermediárias envolvidas em contratos suspeitos com o Ministério da Saúde
CPI foca nas empresas intermediárias envolvidas em contratos suspeitos com o Ministério da Saúde

CPI foca nas empresas intermediárias envolvidas em contratos suspeitos com o Ministério da Saúde

No exterior, o radar dos investidores internacionais tem sido dominado pelas notícias sobre a variante Delta, altamente contagiosa, do coronavírus, em meio a temores de que novos surtos da Covid-19 possam atrapalhar a recuperação da economia global.

Na China, os contratos futuros do minério de ferro na Ásia subiram 3% nesta terça-feira, à medida que preocupações persistentes com a oferta apertada da matéria-prima ofuscam uma redução na demanda por aço na China.

Por aqui, os investidores também seguem de olho nas discussões em torno da reforma tributária e nos desdobramentos dos trabalhos da CPI da Covid, fonte de diversos ruídos políticos.

Nesta terça, a CPI da Covid ouve Emanuela Medrades, diretora técnica da Precisa Medicamentos considerada peça-chave nas negociações para aquisição da vacina Covaxin pelo governo federal.

Na pauta econômica, o presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, a Medida Provisória (MP) que viabiliza a privatização da Eletrobras, a maior empresa de energia elétrica da América Latina.

Na agenda de indicadores, o IBGE divulga o resultado do setor de serviços em maio.

Mercado eleva projeção de inflação e de taxa de juros

Os analistas do mercado financeiro elevaram de 6,07% para 6,11% a estimativa média de inflação em 2021, ao mesmo tempo em que passaram a ver um crescimento de 5,26% do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, segundo pesquisa Focus do Banco Central divulgada na segunda.

Já para a Selic, a expectativa agora é que a taxa básica de juros da economia chegue a 6,63% ao fim deste ano. Para o fim de 2022, a projeção foi elevada de 6,75% para 7% ao ano.

Para o dólar, a projeção do mercado para a taxa de câmbio no fim de 2021 passou de R$ 5,04 para R$ 5,05. Para 2022, a previsão foi mantida em R$ 5,20.

Variação do dólar em 2021 — Foto: Economia G1



Fonte:G1