Dólar opera em alta com cautela no exterior, mas caminha para perda semanal | Economia

0
14


O dólar opera em alta nesta sexta-feira (18), impulsionado por movimentos de aversão a risco no exterior diante de saltos nos casos de coronavírus em grandes economias, mas caminhava para encerrar a semana com desvalorização ante o real.

Às 9h12, a moeda norte-americana subia 0,46%, vendida a R$ 5,2545. Veja mais cotações.

Na quinta-feira, o dólar fechou em queda de 0,14%, a R$ 5,2303. Na parcial do mês, acumula baixa de 4,58%. No ano, tem valorização de 30,44%.

No exterior, preocupações sobre o aumento de casos de coronavírus e uma recuperação econômica instável continuam pesando nos mercados.

A França, por exemplo, registrou um recorde de 10.593 casos de coronavírus confirmados na quinta-feira, a maior leitura diária desde o início da pandemia, enquanto discussões sobre um segundo lockdown circulavam no Reino Unido à medida que as internações hospitalares dobram a cada oito dias.

“Se o aumento nos casos se tornar forte o suficiente para que os bloqueios tenham que ser apertados a ponto de prejudicar a recuperação econômica, então isso se torna um fator de risco”, disse Mobeen Tahir, diretor associado de pesquisa do Wisdom Tree.

O mercado financeiro manteve as estimativas para o dólar ao fim de 2020 (R$ 5,25) e 2021 (R$ 5,00), mas reduziu a projeção para a Selic no término de 2021 de 2,88% para 2,50%, conforme a mais recente pesquisa Focus do Banco Central.

A Selic baixa tem sido citada como uma das causas para a instabilidade no câmbio e também para maior dificuldades do Tesouro Nacional de rolar a dívida pública em meio a um já fragilizado quadro fiscal.

Bolsonaro abandona Renda Brasil e dá sinal verde para Congresso ressuscitá-lo em 24 horas

Bolsonaro abandona Renda Brasil e dá sinal verde para Congresso ressuscitá-lo em 24 horas

Variação do dólar em 2020 — Foto: Economia G1



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui