Dólar abre em queda com investidores avaliando dados de inflação | Economia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


O dólar abriu em queda nesta quarta-feira (11), com os investidores de olhos nos dados de inflação no Brasil e nos EUA.

Às 9h02, a moeda norte-americana era vendida a R$ 5,101084, em queda de 0,50%. Veja mais cotações.

Na terça-feira, o dólar fechou em queda de 0,40%, a R$ 5,1340. Com o resultado, passou a acumular avanço de 3,87% no mês. No ano, ainda tem queda de 7,91% frente ao real.

Entenda o que faz o dólar subir ou descer

O que está mexendo com os mercados?

Os mercados seguem monitorando pistas sobre a trajetória dos juros nos Estados Unidos, em um momento de alta da inflação global e de desaceleração da economia.

O Departamento do Trabalho dos EUA divulga neta quarta-feira o índice de preços ao consumidor (CPI) de abril. Em março, o índice atingiu 8,5% em 12 meses, o maior patamar desde 1981.

Na agenda local, o IBGE divulgou mais cedo a inflação oficial de abril, que ficou em 1,06% – a maior variação para um mês de abril desde 1996. Em 12 meses, o IPCA passou acumular alta de 11,30%.

O real tem sido uma das moedas mais penalizadas pela recente debandada recursos aplicados em ativos e mercados considerados mais arriscados. Desde 20 de abril, quando operou pela última vez em torno de R$ 4,60, o dólar saltou 11,17%, reduzindo as perdas no ano para 7,88% –chegaram a ser de 17,33% no começo de abril–, mesmo com o Banco Central caminhando para elevar mais os juros.

Juros mais altos nos EUA tornam os investimentos em títulos do tesouro norte-americano (treasuries) mais rentáveis, valorizando o dólar frente a outras moedas e drenando liquidez de países emergentes como o Brasil.

Sob o peso da maior inflação em quatro décadas, Biden fala ao país que o assunto é prioridade em seu governo

Sob o peso da maior inflação em quatro décadas, Biden fala ao país que o assunto é prioridade em seu governo



Fonte:G1