Dólar abre em alta de olho em dados de inflação nos EUA | Economia

0
12


O dólar abriu em alta nesta quarta-feira (12), com as atenções dos mercados voltadas para a divulgação de relatório de inflação nos Estados Unidos e em sinais sobre a trajetória da taxa de juros na economia norte-americana.

Às 9h03, a moeda norte-americana subia 0,25%, cotada a R$ 5,2350. Veja cotações.

Na terça-feira, o dólar fechou em queda de 0,12%, a R$ 5,2222. Na parcial do mês, acumula queda de 3,84%. No ano, o avanço ainda é de 0,67%.

Na cena externa, os olhos do mercado estão voltados para a divulgação do índice de inflação de abril nos Estados Unidos.

Na avaliação de analistas, um número moderadamente mais alto não deve mexer com os planos do banco central dos Estados Unidos (Fed) de manter os juros perto de zero e seguir comprando títulos, o que tende a continuar favorecendo o fluxo de dólares para países emergentes, ao menos no curto prazo.

Na China, as commodities continuam em altas. Aço e minério de ferro registraram novas máximas nesta quarta-feira.

Por aqui, a expectativa do mercado é de que uma nova alta de 0,75 ponto percentual na taxa básica de juros deva ocorrer em junho. A Selic em alta aumenta a diferença entre os retornos oferecidos no Brasil ante os dos Estados Unidos e de outros mercados emergentes, o que eleva a atratividade do real, potencialmente valorizando a moeda.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informa, às 9h, a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) de março.

Em Brasília, a CPI da Covid do Senado ouve o ex-secretário de Comunicação Social da Presidência da República Fabio Wajngarten.

Variação do dólar em 2021 — Foto: Economia G1



Fonte: G1