Dólar abre a semana em queda, negociado abaixo de R$ 5,30

0
26




Na sexta-feira, moeda norte-americana fechou em queda, a R$ 5,3175, interrompendo uma sequência de 7 altas. Notas de dólar em casa de câmbio
Hafidz Mubarak/Reuters
O dólar abriu em queda nesta segunda-feira (22), sendo negociado abaixo de R$ 5,30.
Às 9h13, a moeda norte-americana caía 0,61%, vendida a R$ 5,2849. Veja mais cotações.
Na sexta-feira, o dólar fechou a R$ 5,3175, em queda de 0,97%, interrompendo uma sequência de 7 altas. Na semana, acumulou avanço de 5,48%. Na parcial do mês, ainda tem queda de 0,35%. Em 2020, acumula alta de 32,61%.
O Banco Central fará leilão de até 12 mil contratos de swap cambial tradicional nesta segunda-feira, para rolagem de contratos já existentes, com vencimento em novembro de 2020 e fevereiro de 2021, destaca a Reuters.
Domingo foi marcado por manifestações pelo país a favor e contra o presidente Bolsonaro
Cenário externo e local
Na cena externa, permanecem os receios de uma segunda onda da pandemia de coronavírus diante de sinais de um ressurgimento de casos em países, frustrando as expectativas de investidores que esperavam uma rápida recuperação econômica.
A Coreia do Sul disse nesta segunda-feira pela primeira vez que está enfrentando uma “segunda onda” do vírus. A Organização Mundial de Saúde registrou um aumento recorde nos casos globais no domingo, com as maiores elevações nos números provenientes da América do Norte e da América do Sul.
No Brasil, o número de casos de Covid-19 ultrapassou a marca de 1 milhão de infectados, com mais de 50 mil mortes.
No cenário doméstico, os investidores seguem de olho no noticiário político e desdobramentos da prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor do filho do presidente Flávio Bolsonaro, da validação do inquérito das fake news pelo Supremo Tribunal Federal e da saída do governo do ministro da Educação, Abraham Weintraub.
Após 18 semanas, os economistas do mercado financeiro interromperam, na semana passada, as previsões de piora do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano e mantiveram a estimativa de uma retração de 6,50%, segundo boletim Focus divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central.
Já a projeção para a taxa de câmbio no fim de 2020 continuou em R$ 5,20. Para o fechamento de 2021, ficou estável em R$ 5 por dólar.
Variação do dólar em 2020
Economia G1



Fonte: G1