Como resolver riscos e arranhões na moto?

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Todo condutor de motocicleta quer manter a carenagem da sua moto sempre bonita e bem cuidada. Entretanto, acidentes podem acontecer, seja porque a moto caiu e raspou no asfalto ou porque a arranharam sem querer. Dessa forma, ela fica riscada, tornando a moto menos atrativa.

Entretanto, isso não quer dizer que a carenagem que está arranhada precisa ficar assim para sempre. Existe a possibilidade do próprio condutor reparar os arranhões sem a necessidade de levar a um profissional. Entenda o que precisa ser feito no texto abaixo.

Reparar riscos e arranhões

O primeiro passo é lavar a carenagem da moto utilizando água morna, sabão e uma esponja macia. Você pode adicionar um pouco de detergente líquido neutro na solução para ajudar a remover a sujeira e outros detritos.

Feita a limpeza, aplique sobre a esponja um produto de polimento para plásticos e passe sobre a área arranhada, fazendo movimentos circulares. Caso não tenha o produto específico para plástico, uma alternativa é utilizar um produto de polimento em geral.

O próximo passo é esfregar a área utilizando uma toalha macia. Todo esse procedimento pode ser o suficiente para tirar riscos e arranhões mais superficiais. No entanto, caso eles sejam mais profundos, ainda é possível solucionar o problema por conta própria.

Para isso, será preciso remover a carenagem arranhada. Nesse caso, será preciso um kit específico para a sua motocicleta, que deve incluir ferramentas como chaves Philips, chaves Allen e chaves sextavadas. Caso tenha dúvidas sobre como fazer essa remoção, procure no manual do proprietário da sua moto ou pesquise pelo manual de serviços na Internet como realizar esse procedimento.

A remoção da carenagem é importante para evitar que você derrube a moto durante o processo, algo que pode danificá-la ainda mais. Outro ponto é para evitar derramar alguns produtos sobre o veículo ou, ainda, esbarrar em outras partes da motocicleta, danificando sua pintura metálica.

Após remover a carenagem, molhe em água morna um pedaço de lixa úmida/seca que seja de grão 1000 até 1500. Deixe-a na água por dois ou três minutos, pois, ao embebedá-la, o condutor previne o entupimento.

Em seguida, é hora de esfregar, levemente, a área arranhada. Evite ir muito fundo, pois isso pode danificar o verniz que é aplicado na fábrica, uma vez que ele é fino. Após isso, lave novamente a carenagem com água morna e sabão, deixando secar por um tempo, passando uma flanela em seguida para se certificar de que removeu tudo.

A próxima etapa será aplicar duas camadas finais de cola específica para plástico, seguindo as instruções do fabricante quanto ao tempo de secagem para cada camada. A seguir, é hora de esfregar novamente a área com um composto de polimento médio. Caso ainda não esteja perfeito, repita novamente a passagem da lixa úmida sobre a área afetada, dando continuidade aos próximos passos.

Quando o resultado estiver satisfatório, utilize um aerógrafo para pintar a parte riscada ou arranhada e aplique de três a quatro camadas finas de tinta. Dê tempo para que a tinta seque ao aplicar cada camada, seguindo as indicações do fabricante. No caso da última camada, o intervalo de secagem deve durar entre seis e vinte quatro horas, dependendo do número de camadas aplicadas, evitando tocar na tinta até secar.

Por fim, limpe a área com uma flanela e aplique de duas a quatro camadas finas de verniz, também dando tempo para que ele seque. Após isso, reinstale a carenagem na moto, seguindo as instruções do manual da motocicleta. Agora, está tudo pronto para você poder voltar a circular com uma moto praticamente nova.

__________

Todas as nossas reportagens estão em constante atualização. Quem entender (pessoas físicas, jurídicas ou instituições) que tem o direito de resposta acerca de quaisquer de nossas publicações, por ter sido citado ou relacionado a qualquer tema, pode enviar e-mail a qualquer momento para [email protected]

  • ©Plantão dos Lagos
  • Fonte: Experta Media
  • Fotos: divulgação