Com turismo interno aquecido, Buser lança venda de pacotes de viagem com hospedagem

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Após bater a marca de 7 milhões de clientes cadastrados, a Buser aposta em novos modelos para ampliar a receita da empresa. Maior plataforma de intermediação de viagens rodoviárias do Brasil, chegando a mais de 750 destinos em todo o país, a startup acaba de lançar a venda de pacotes turísticos unindo viagens rodoviárias e hospedagem.

“Com o aumento no preço das passagens aéreas e a nova dinâmica do turismo interno e de proximidade, vimos mais uma oportunidade para colocar o ônibus na agenda dos turistas. Os pacotes trazem um serviço de valor agregado ao nosso produto de fretamento, facilitando a vida dos viajantes. Por que não então testar mais esse modelo?”, ressalta Gabriela Miranda, diretora de novos negócios da startup.

Nessa primeira fase, a Buser está vendendo pacotes que incluem deslocamento pelo modelo de fretamento colaborativo para o hóspede ficar em hotéis 3 estrelas ou resorts, disponíveis para duas, quatro ou seis diárias. As viagens saem de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte (MG), em ônibus executivo e semi leito.

Quem sai da capital paulista tem como destino Cabo Frio (RJ) e o Rio, ficando hospedado em Copacabana. Há também opção de viagem mais curta para Olímpia (SP), com hospedagem em resorts. Já quem embarca no Rio pode viajar para São Paulo, Paraty (RJ) e Búzios (RJ). Os viajantes que saem de BH poderão desfrutar das praias de Guarapari (ES), Cabo Frio e da capital fluminense. Como as origens e destinos são escolhidos de acordo com o feedback dos clientes, a ideia é ampliar a outras cidades à medida que o serviço for crescendo.

O período de vendas vai até o dia 15 de junho. Os pacotes não são válidos para o feriado de Corpus Christi (16 a 19 de junho) e incluem café da manhã. Mais informações no link: https://gp.buser.com.br/pacotes

A Buser também está de olho nas chamadas OTAs (Online Travel Agencies). Recentemente, a startup se aliou à Hurb (Hotel Urbano), para testar um pacote específico para Cabo Frio, que esgotou as vagas em quatro semanas. A inédita parceria é uma aposta em um novo formato de pacotes turísticos justamente para levar o ônibus para o público de internet, que só olhava para o aéreo até pouco tempo atrás.

Novos canais

A Buser vem expandindo a atuação por novos canais digitais desde o final de 2021. O segmento já é responsável por cerca de 20% do GMV (sigla de Gross Merchandise Volume: em português, Volume Bruto de Mercadorias), métrica usada para medir as vendas da empresa. A previsão é de que essa divisão chegue a representar 35% de receita até o fim deste ano.

“É uma forma de impactar públicos que vão além do aplicativo e do site. Com isso, aumenta o alcance da nossa plataforma e, assim, reforçamos a democratização do acesso ao transporte rodoviário, que é a nossa grande missão”, afirma Gabriela.

As vendas por WhatsApp, por exemplo, são a mais nova aposta da plataforma para ampliar o número de clientes. Em poucos meses de atuação, essa área já representa 6% de toda a receita da startup.

A startup já conta com 140 promotores externos atuando nesse modelo de vendas por aplicativo de mensagens. A equipe de vendedores terceirizados recebe treinamento pelo próprio WhatsApp. Em média, cada promotor ganha entre R$ 3 mil e R$ 4 mil mensais – alguns já atingiram R$ 6 mil em um único mês. Como não existe escala de trabalho, é o próprio vendedor que escolhe quando e em qual frequência quer trabalhar. Interessados podem se cadastrar pelo site: www.buser.com.br/promotores.

Mas a investida da Buser em novos canais digitais vai além das vendas diretas pelo WhatsApp. A startup está fechando parceria com diferentes clubes de benefícios, como o da operadora Vivo, além de clube de pontos, como Livelo, programas de afiliados (Rakuten), bancos, incluindo Nubank e Itaú, e os chamados “super apps”, como AME e PicPay, que estão em fase de integração. Metabuscadores como BuscaÔnibus, por exemplo, também entram nessa frente, representando 9% das vendas totais da Buser mesmo em fase inicial.

Agentes de viagem

Os novos canais também crescem graças ao Buser Agente, que leva os serviços de fretamento colaborativo e marketplace para as agências de viagem. Criado em novembro do ano passado, o segmento já conta com mais de 200 agentes parceiros em todo o País, com destaque para agências de turismo na capital e no interior de São Paulo, além de Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro.

Ao se tornar credenciada pela Buser, a agência pode tanto vender assentos nos ônibus parceiros da plataforma pelo modelo de fretamento colaborativo (modalidade na qual os viajantes dividem a conta final do frete de forma 100% online) quanto ter acesso ao sistema de marketplace da startup, que reúne mais de 60 empresas de ônibus que atuam em rodoviárias. Para se tornar uma agência credenciada dentro do Buser Agente, basta acessar o link e preencher o formulário. Os parceiros podem ser consultados no site: www.buser.com.br/pontos-de-venda.

Com o sucesso desse novo canal voltado a agências de viagens e integradoras, a empresa passou a mirar também o turismo corporativo. Recentemente, anunciou o primeiro parceiro nessa área: a VOLL, traveltech de mobilidade e viagens corporativas. “O mercado de turismo está aquecido, inclusive no segmento corporativo. Então foi um movimento natural passar a olhar para ele”, afirma a diretora.

A ideia é ajudar as empresas a reduzirem custos com viagens a trabalho, com uma opção mais moderna e segura. Para as agências, a grande vantagem é ter acesso ao inventário da Buser, de forma integrada ao sistema que o agente já utiliza, com descontos exclusivos, dentro de um sistema de comissão que remunera acima da média do mercado.

Sobre a Buser

A Buser nasceu com a missão de promover serviços de transporte melhores e a preços mais acessíveis. Nos três primeiros anos de atividade, a empresa promoveu o fretamento colaborativo com uma plataforma para conectar viajantes a empresas de ônibus no qual os passageiros dividem a conta final do fretamento. Nos últimos meses, a startup evoluiu, passando a ser uma plataforma de mobilidade coletiva multisserviços, atuando também como marketplace de passagens, em parceria com grandes companhias, e agora com o Buser Encomendas. Com 7 milhões de pessoas cadastradas na plataforma digital, a empresa conta com mais de 400 parceiros (entre fretadores e viações maiores), utilizando mais de 1.200 ônibus. Para mais informações, acesse: www.buser.com.br.

__________

Todas as nossas reportagens estão em constante atualização. Quem entender (pessoas físicas, jurídicas ou instituições) que tem o direito de resposta acerca de quaisquer de nossas publicações, por ter sido citado ou relacionado a qualquer tema, pode enviar e-mail a qualquer momento para [email protected]