Com pandemia, rentabilidade e lucro das instituições financeiras caem em 2020, diz Banco Central | Economia

0
9


A rentabilidade dos bancos brasileiros recuou em 2020, assim como lucro das instituições financeiras, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (7) pelo Banco Central.

De acordo com a instituição, isso está relacionado com a pandemia da Covid-19, que forçou os bancos a aumentarem no ano passado as chamadas “provisões para créditos de liquidação duvidosa”, ou seja, recursos que precisam ficar parados para fazer frente a eventuais perdas.

Com isso, o chamado retorno sobre o patrimônio líquido do sistema bancário nacional alcançou 11,5% em dezembro do ano passado, contra 16,5% e 14,8%, respectivamente, no fechamento de 2019 e de 2018. Esse foi o menor retorno dos bancos desde o início da série do BC.

Retorno sobre o patrimônio líquido

Em %

Fonte: Banco Central

“A queda da rentabilidade foi generalizada, afetando bancos de diferentes tipos de controle, porte e segmento de atividade. As despesas com provisões aumentaram, as margens ficaram pressionadas e as receitas com serviços sofreram com a queda da atividade econômica”, informou o Banco Central.

Segundo a instituição, porém, que os custos dos bancos permaneceram “sob controle”. “A redução do número de agências e de funcionários, em paralelo ao aumento do uso de canais de atendimento digitais, tende a trazer ganhos de eficiência operacional para o sistema no médio prazo”, acrescentou.

Apesar da queda no ano passado, o Banco Central prevê melhora da rentabilidade bancária em 2021. A instituição avalia que os “principais pilares” para a recuperação da rentabilidade são o estoque atual de provisões e a retomada da atividade econômica.

“O reforço de provisões realizado em 2020 reduz a necessidade de novas provisões em montantes relevantes e a retomada da atividade econômica contribui para o crescimento e a qualidade do crédito, além de favorecer a demanda por serviços bancários”, explicou a instituição.

Entretanto, o BC diz também que a pandemia “segue como o principal risco para a melhora da rentabilidade em 2021, pois pode atrasar a retomada da atividade econômica e exigir novas provisões para perdas com crédito”.

Assista abaixo a vídeo em que economistas comentam o resultado do PIB brasileiro no primeiro trimestre de 2021 e falam sobre o que esperam para a economia brasileira.

Economistas falam sobre PIB e sobre o que esperar da economia brasileira

Economistas falam sobre PIB e sobre o que esperar da economia brasileira

Lucro do sistema financeiro

De acordo com o relatório do BC, o lucro líquido dos bancos sofreu um tombo de 26% no ano passado, para R$ 88,6 bilhões, contra R$ 119,6 bilhões (valor ajustado) em 2019 — ano em que bateu recorde. A série histórica do Banco Central para este indicador começa em 1994.

Assim como no caso da rentabilidade, a queda do lucro dos bancos, no ano passado, está relacionada com a pandemia do coronavírus, que gerou aumento de provisões, redução de margens de lucro e queda nas receitas com serviços – decorrente da retração do nível de atividade.

LUCRO LÍQUIDO DOS BANCOS

em R$ bilhões

Fonte: BANCO CENTRAL

A queda no lucro dos bancos também aconteceu em um cenário de aumento no volume de crédito, fruto das linhas emergenciais para o combate à Covid-19, e a uma redução na taxa de juros média das instituições financeiras em 2020.

Dados do BC mostram que os cinco maiores conglomerados bancários do país detinham, no fim de 2020, 81,8% do mercado de crédito e com 79,1% dos depósitos totais. Os cálculos englobam bancos comerciais, bancos múltiplos com carteira comercial e as caixas econômicas.

VÍDEOS: assista a mais notícias sobre economia



Fonte: G1