Com geração recorde de vagas formais em outubro, sete capitais têm saldo positivo no ano | Concursos e Emprego

0
33


O número recorde de vagas formais geradas em outubro levou mais de 3,3 mil municípios brasileiros a registrarem saldo de vagas positivo no acumulado do ano, apesar das fortes perdas provocadas pela pandemia do coronavírus. Entre as capitais, no entanto, apenas sete já recuperaram as perdas.

O melhor resultado foi registrado em São Luis: na capital maranhense, as contratações no ano já superam as demissões em 9,3 mil. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (26) pelo Ministério da Economia.

Além de São Luis, também têm saldo positivo de vagas Manaus (6.004), Belém (2.822), Rio Branco (2.822), Boa Vista (1.991), Palmas (993) e Macapá (583). Apenas esta última, no entanto, passou a ter saldo positivo apenas este mês. As demais já estavam nesta situação em setembro.

Na outra ponta, o Rio de Janeiro aparece com a maior perda de vagas entre as capitais no acumulado do ano: foram 113.222 vagas fechadas desde janeiro. Em São Paulo, nem as quase 44 mil vagas abertas no mês passado foram suficientes para colocar a cidade no azul – o saldo segue negativo em 54.751 postos. Veja na tabela abaixo:

Criação de vagas formais nas capitais — Foto: Economia G1

Das 5.632 cidades que constam na base do Caged, 3.307 já apresentam saldo positivo de vagas no acumulado do ano. Outros 228 municípios apresentam saldo nulo.

Já as cidades com saldo negativo são 2.097. Com forte concentração de capitais e grandes cidades neste grupo, no entanto, o saldo do país segue negativo em 171.139 empregos formais até outubro.

Brasil abre 394 mil empregos formais em outubro, número recorde

Brasil abre 394 mil empregos formais em outubro, número recorde

Veja abaixo as cidades que mais criaram e mais perderam vagas no acumulado do ano:

20 MAIORES SALDOS DE VAGAS

  1. São Luis (MA): 9.314
  2. Parauapebas (PA): 8.635
  3. Contagem (MG): 6.728
  4. Manaus (AM): 6.004
  5. Cajamar (SP): 5.805
  6. Barueri (SP): 5.312
  7. Ponta Grossa (PR): 4.888
  8. Joinville (SC): 4.381
  9. Lençóis Paulista (SP): 4.209
  10. Chapecó (SC): 4.048
  11. Anápolis (GO): 3.710
  12. São José (SC): 3.402
  13. Rio Verde (GO): 3.380
  14. Serra (ES): 3.355
  15. Extrema (MG): 3.073
  16. Itabirito (MG): 3.037
  17. Campina Grande (PB): 2.924
  18. Belém (PA): 2.822
  19. Rio Branco (AC): 2.757
  20. Canaã dos Carajás (PA): 2.606

20 MENORES SALDOS DE VAGAS

  1. Rio de Janeiro (RJ): -113.222
  2. Sao Paulo (SP): -54.751
  3. Porto Alegre (RS): -20.610
  4. Belo Horizonte (MG): -19.628
  5. Brasília (DF): -14.572
  6. Salvador (BA): -12.689
  7. Florianópolis (SC): -10.885
  8. Recife (PR): -10.251
  9. Macaé (RJ): -9.989
  10. João Pessoa (PB): -9.603
  11. Campinas (SP): -9.074
  12. Goiânia (GO): -7.829
  13. Santo André (SP): -7.327
  14. Niterói (RJ): -6.965
  15. São José dos Campos (SP): -6.635
  16. São Bernardo do Campo (SP): -6.541
  17. Santos (SP): -6.321
  18. Fortaleza (CE): -6.200
  19. Foz do Iguaçú (PR): -5.721
  20. Guarulhos (SP): -5.673

Assista as últimas notícias de economia



Fonte: G1