Cidade chinesa diz ter encontrado coronavírus em embalagem de camarão saudita | Coronavírus

0
8


A cidade de Lanzhou, no oeste da China, informou neste sábado (14) que detectou o novo coronavírus em um lote de camarão importado da Arábia Saudita. Isso acontece em um momento em que a China está intensificando os testes em alimentos congelados.

A Comissão Municipal de Saúde de Lanzhou disse em um comunicado em seu site que encontrou na sexta-feira uma amostra positiva no lote do camarão congelado importado da Arábia Saudita, que passou pela alfândega na cidade costeira de Tianjin.

O frigorífico em Lanzhou, onde o caso foi descoberto, está temporariamente fechado. Além disso, todos os funcionários da fábrica foram testados e os alimentos, lacrados. O paradeiro de tudo que foi vendido já foi determinado, disse o comunicado.

A comissão disse que o camarão foi comprado pela Zhanjiang Guolian Aquatic Products Co Ltd, entrou no país em 21 de outubro e chegou a Lanzhou em 8 de novembro.

Na sexta-feira, a cidade chinesa de Wuhan comunicou que detectou o novo coronavírus em embalagens de um lote de carne bovina de um carregamento de agosto da empresa Marfrig.

As autoridades chinesas também encontraram o coronavírus na embalagem de carne bovina argentina nesta semana, e outra amostra de carne bovina importada foi considerada positiva em Shandong.

A Organização Mundial da Saúde diz que o risco de contrair Covid-19 em alimentos congelados é baixo, mas a China costuma fazer alarde após detectar o vírus em produtos alimentícios importados, desencadeando proibições de importação, ainda que temporárias.

Assista a mais notícias internacionais:



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui