Cia. Hering mantém plano de 130 novas lojas em 2020 | Negócios

0
12


A Cia. Hering mantém inalterado seu plano de abertura de 130 lojas no país em 2020. Desse total, 97 unidades já foram abertas. Existem outras 21 unidades com projeto já aprovado e 12 em negociação. Thiago Hering, diretor de negócios da Cia. Hering, disse nesta quinta-feira (5) que esse número de aberturas inclui conversão de lojas multimarcas em lojas da Hering e abertura de novas unidades.

Como parte dos planos de expansão, a companhia também negocia com shopping centers a conversão de cinco a 10 lojas da Hering Store em megalojas. Desse total, quatro já estão aprovadas para o quarto trimestre. “Temos visto um nível de vacância importante nos shopping centers e encontrado oportunidades boas para abrir as mega lojas”, afirmou o diretor.

Loja da Hering no Brasil — Foto: Divulgação/Hering

O plano de expansão da companhia inclui também a abertura de duas lojas do novo conceito da Dzarm, mais digital e voltado à experiência do cliente com a marca, e um novo outlet.

Após apresentar dificuldades no primeiro semestre por causa da pandemia de Covid-19, a Cia. Hering vê uma retomada das vendas a partir do terceiro trimestre do ano, com aceleração de alguns indicadores no mês de outubro.

De acordo com a companhia, as vendas no comércio eletrônico em outubro cresceram 170% em comparação com o mesmo mês de 2019. No terceiro trimestre, o crescimento foi de 161,2%. As vendas nas lojas físicas abertas há mais de 12 meses (mesmas lojas) aumentaram 5,2% e outubro, ante igual mês do ano anterior. No terceiro trimestre, houve queda de 10,4% em relação ao mesmo período de 2019.

“Conseguimos mostrar uma evolução muito produtiva no terceiro trimestre e estamos ingressando no quarto trimestre com perspectiva de terminar o ano bem melhor do que nos trimestres anteriores”, afirmou Fabio Hering.

O executivo acrescentou que espera para o próximo ano uma acomodação do varejo como um todo e, nesse ambiente, a perspectiva para a companhia é ganhar participação de mercado, graças aos avanços comerciais e tecnológicos feitos neste ano.

Vídeos: Veja as últimas notícias de economia



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui