China confirma uso de reservas de petróleo para forçar queda nos preços | Economia

0
10


Na terça-feira, o presidente americano, Joe Biden, anunciou que os Estados Unidos e outros países, incluindo a China, farão uso de suas reservas estratégicas de petróleo para tentar baixar os preços da commodity e, por conseguinte, da gasolina, que pressionam a inflação para cima.

A decisão vem após produtores da Opep+ ignorarem apelos por mais oferta: Biden, enfrentando baixos índices de aprovação em meio a aumento da inflação antes das eleições legislativas do próximo ano, pediu repetidamente à Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados, conhecidos como Opep+, para bombear mais petróleo.

O anúncio de terça-feira de que os EUA vão liberar 50 milhões de barris foi feito depois que uma autoridade disse que Washington tinha abordado os principais consumidores de energia asiáticos para ajudarem a reduzir preços do petróleo de máximas de quase três anos.

Foi a primeira vez que Washington coordenou tal movimento com alguns dos maiores consumidores de petróleo do mundo, disseram as autoridades.



Fonte: G1