Calendário da feira: outubro tem uva, melão, tomate e pimentão | Agro a indústria-riqueza do Brasil

0
42


Em outubro, a primavera está no seu auge e o clima da estação garante uma oferta generosa e variada de frutas. Tem para todos gostos: uva, melão, abacaxi, mamão, banana, acerola e muito mais. No grupo dos legumes, tomate e o pimentão são os alimentos da vez.

Na série Calendário da Feira, iniciada em julho, o G1 mostra, todo mês, quais alimentos estão na safra e, por isso, podem ficar mais em conta.

Calendário da Feira de Outubro — Foto: Arte/G1

A seguir, confira mais detalhes sobre a safra das principais frutas e legumes do mês, além de saber como comprar, conservar e outras curiosidades.

Uvas vermelhas da variedade Sweet Celebration produzidas pelas Fazendas Labrunier, em Petrolina (PE) — Foto: Divulgação/Fazendas Labrunier

Docinhas e refrescantes, as uvas estão no seu auge em outubro, enfeitando as gôndolas dos supermercados e as barracas das feiras.

De diversos tipos e sabores, as uvas harmonizam com “queijos, vinhos, saladas, sobremesas e um lanchinho da tarde”, conta a gerente de marketing das Fazendas Labrunier, Luiza Barni Bonin.

São 18 variedades produzidas hoje no Brasil e a Labrunier, que é a maior no ramo de uvas de mesa do país, produz todas elas. Porém, três merecem destaque pela alta produção e sabor:

  • Vitória: uva preta e muito docinha.
  • Sweet Globe: uva verde e extremamente crocante e suculenta.
  • Sweet Celebration: vermelha, crocante e doce.

Há duas safras de uva no país: uma no primeiro semestre e outra no segundo. Mas é entre os meses de setembro a dezembro que a oferta cresce em volume e em variedade.

“Neste segundo semestre, um bom volume de uva está sendo colhido e com alta qualidade”, afirma Luiza.

Pernambuco é o estado que lidera a produção das uvas de mesa. Já o Rio Grande do Sul é o maior quando se trata da uva voltada para a fabricavinho.

  • Auge da safra: setembro a dezembro.
  • Como comprar: escolha as uvas carnudas, firmemente presas ao caule. Evite as frutas enrugadas, sugere a Ceasa Minas.
  • Como conservar: a melhor forma de conservar a uva é na geladeira e lavá-la apenas antes de consumir. Assim, ela dura mais.

Confira no vídeo abaixo uma receita de pavê de uva.

Receita de pavê de uva, fácil e muito gostoso

Receita de pavê de uva, fácil e muito gostoso

Melão lidera pauta de exportações do Rio Grande do Norte — Foto: Fred Veras/Sebrae

Outra fruta refrescante do mês é o melão que, além de ser consumido como produto de mesa, vai bem em saladas de frutas, sucos e em receitas de doces em conserva.

De acordo com o diretor institucional da Abrafrutas, Luiz Roberto Barcelos, a safra de melão está boa e acima das expectativas neste ano.

O principal estado produtor de melão atualmente é o Rio Grande do Norte.

  • Auge da safra: setembro a janeiro.
  • Como comprar: dê preferência aos de casca firme, cor viva, sem rachaduras ou partes moles. Para ser consumido, o ideal é que ceda à pressão dos dedos.
  • Como conservar: na geladeira, conserva-se por até duas semanas, quando em boas condições.

Veja abaixo a reportagem sobre o melão produzido no Ceará que tem ganhado mercado na China.

Melão produzido no Ceará ganha mercado da China

Melão produzido no Ceará ganha mercado da China

Pimentão tem diferentes cores — Foto: Reprodução

Com cores vibrantes fazendo jus à primavera, os pimentões entram em cena com mais força entre os meses de setembro e dezembro.

E, neste ano, eles devem abastecer bem as feiras e os supermercados, já que houve um “excesso de oferta”, conta Gilson Antônio de Jesus Camargo, produtor orgânico da fazenda Alambari, no estado de São Paulo. Com isso, as promessas são de preços melhores a partir deste mês.

Na culinária, sua versatilidade é grande. Eles podem ser servidos como prato principal, como os recheados com carnes e queijos, ou utilizados para incrementar saladas, molhos, pratos cozidos, assados e ensopados. Porém, para acertar a receita é preciso ter atenção com as características de cada um deles:

  • Pimentão Verde: é mais ácido e indigesto, pois tem uma casca mais grossa. Isso acontece, porque ele é colhido antes do tempo de maturação.
  • Pimentão Vermelho: é mais doce e menos indigesto do que o verde, pois tem a casca mais fina e é colhido no tempo certo de maturação.
  • Pimentão Amarelo: é levemente mais doce do que o vermelho e também tem uma casca mais fina. Também é menos indigesto do que o verde.

O país todo produz pimentão, mas a safra é maior em São Paulo e em Minas Gerais.

  • Auge da safra: setembro a dezembro.
  • Como comprar: escolha os pimentões firmes e que tenham brilho.
  • Como conservar: na geladeira, conserva-se por duas a três semanas, embrulhado em saco plástico transparente.

Tomate é o 2º produto mais comercializado pela Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) — Foto: Pexels

O tomate é 2º produto mais comercializado pela Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), perdendo somente para a laranja.

Ele marca presença nos mercados e feiras o ano todo, mas é entre os meses de setembro e dezembro que a sua oferta cresce, conta Alex Lee, produtor de orgânicos de São Paulo.

Por outro lado, de acordo com a Trebeschi, a maior produtora de tomates do país, a produtividade do alimento caiu em meados de setembro, em função das altas temperaturas, o que contribuiu para uma alta de preços.

Os quatro tipos mais consumidos pelos brasileiros são:

  • Tomates do grupo salada (longa vida): maior durabilidade e mais versáteis na culinária, podendo ser utilizados em saladas, lanches, vinagretes, e molhos.
  • Tomates italianos: mais adequados para molhos e consumo in natura.
  • Tomates sweet grape: ideais para saladas e snaks em diferentes horas do dia.
  • Tomates tipo caqui: de calibre grande, muito usado nos buffets das churrascarias e também para saladas.

A produção do tomate é forte nos estados do Sudeste e Sul.

  • Auge da safra: setembro e dezembro
  • Como comprar: escolha os bem firmes, lisos, de cor uniforme, sem manchas ou rachaduras.
  • Como conservar: maduro o tomate conserva-se em geladeira por uma semana. Verde, deve ser conservado em temperatura ambiente até amadurecer, explica a Ceasa Minas.

Veja abaixo uma receita de tomate recheado.

Enfermeira ensina receita de tomate recheado que aperfeiçoou após aprender na internet

Enfermeira ensina receita de tomate recheado que aperfeiçoou após aprender na internet

Por que consumir alimentos da safra?

Frutas, legumes e verduras. — Foto: Divulgação

Com a modernização das técnicas agrícolas, hoje já é possível encontrar uma grande variedade de frutas, legumes e verduras o ano inteiro nos mercados e nas feiras.

Porém, consumir produtos de época pode ser uma opção mais barata e saudável.

Com o crescimento da oferta nos períodos de safra, a tendência é os preços caírem. Mas isso nem sempre é uma regra. Como a produção de hortaliças depende muito de fatores climáticos, qualquer mudança muito intensa na temperatura, por exemplo, pode impactar a oferta.

Além disso, o consumo de alimentos de época tende a ser mais saudável, pelo menor uso de agrotóxicos em seu cultivo.

“Para terem um bom desenvolvimento fora do seu ciclo natural de produção, é necessário uma intervenção mais intensa de químicos durante o preparo do solo, por exemplo”, ressalta Lígia dos Santos, do São Camilo.

Além disso, quando estão em seu ciclo natural de produção, sem a necessidade de tanto uso de agrotóxico, os alimentos ficam com o seu sabor natural mais acentuado.

Agro é tech… veja vídeos da indústria-riqueza do Brasil



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui