Cade aprova aquisição do Grupo Reserva pela Arezzo | Economia

0
18


A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a aquisição e a incorporação da totalidade do capital social do Grupo Reserva pela Arezzo.

Como resultado dessa operação, a Arezzo também adquirirá o controle indireto da Tiferet, incorporando todas as atividades e negócios do grupo Reserva, incluindo o seu portfólio de marcas.

A empresa compradora comercializa calçados, bolsas e acessórios para o segmento feminino, além de itens de vestuário para os segmentos feminino, masculino e infantil.

Já a vendedora fabrica e comercializa artigos de calçados, vestuário e acessórios masculinos, femininos e infantis, atuando também na concessão de franquias.

A Reserva tem atuação em todo o território nacional e desenvolve suas atividades por meio das seguintes marcas: Reserva, Reserva Mini, Reserva Go, Oficina Reserva, Reserva INK e Eva.

A tarefa do Cade foi a de verificar o impacto desse negócio a outras empresas. Inicialmente, foi apontado que a operação representa excelente oportunidade de investimento para a expansão do portfólio da Arezzo. Já pela perspectiva do grupo Reserva, esse negócio representa uma oportunidade estratégica para viabilizar a injeção de capital para o desenvolvimento dos seus negócios no Brasil.

Mesmo com esses benefícios às duas empresas, o negócio não deverá elevar as atuações delas em mais de 10% dos setores em que atuam. Logo, a competitividade será mantida e, com isso, a Superintendência concluiu parecer pela aprovação desse negócio.

Com a operação, os acionistas da Reserva passam a deter participação societária na Arezzo de 8,7%. Os acionistas da Arezzo decidem em assembleia se aprovam a operação no dia 27, às 10h30.



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui