Búfalas de Brotas: dono de fazenda é multado em R$ 141 mil por danificação de área de preservação | São Carlos e Araraquara

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Desde novembro de 2021, quando mais de mil búfalas foram encontradas em situação de maus-tratos com fome e sede, esta é a quarta multa que Luiz Augusto de Souza Pinheiro recebe. As notificações já ultrapassam os 4,2 milhões.

Polícia Ambiental multa em mais R$ 141 mil fazenda Água Sumida em Brotas — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na quarta-feira (5), durante uma fiscalização ambiental, os policiais constataram duas áreas distintas da fazenda onde o proprietário realizou intervenção, sendo que a primeira ocorreu em 0.067 hectares de uma área considerada de preservação permanente de vegetação em estágio pioneiro, resultando em uma multa no valor de R$ 335.

A segunda intervenção, de 20.180 hectares, foi encontrada em meio a um maciço florestal de vegetação nativa, o que resultou em uma multa no valor de R$ 141.260.

Polícia Ambiental multa em mais R$ 141 mil fazenda Água Sumida em Brotas — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

As sanções foram aplicadas com base nos artigos 43 e 49 na resolução nº 5/2021, além do artigo 38 da lei nº 9.605/1998.

Laudo da pericia ambiental

Equipe da perícia técnica que trabalho em fazenda de Brotas — Foto: Eryka Zolcsák de Sousa/Arquivo Pessoal

O documento, assinado pela perita Eryka Zolcsák de Sousa, também pede que seja aberto um novo inquérito policial, já que as valas com carcaças e medicações encontradas, além da estrutura da fazenda, levam a crer que houve crime contra a saúde pública durante o funcionamento da fazenda leiteira.

MAUS-TRATOS DE BÚFALAS DE BROTAS



Fonte: G1