BTG tem lucro ajustado de R$ 1,197 bilhão no 1º trimestre, alta anual de 51,7% | Negócios

0
10


O BTG Pactual informou que teve lucro ajustado de R$ 1,197 bilhão no primeiro trimestre de 2021, com queda de 4,8% ante o quarto trimestre e alta de 51,7% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado. A receita total ficou em R$ 2,796 bilhões, com queda de 1,0% e alta de 84,2% nas mesmas bases de comparação.

O banco afirma que o desempenho foi muito forte em todas as linhas de negócio, com destaque para as altas anuais de 156% em investiment banking, para R$ 483,6 milhões.

As despesas operacionais do BTG somam R$ 1,199 bilhão, com alta de 16% no trimestre e de 84% em 12 meses.

Escritório do BTG Pactual, em São Paulo, em imagem de arquivo — Foto: BTG/Divulgação

“O aumento deveu-se, principalmente, a maior provisão de bônus em função do forte desempenho operacional e a maiores despesas com salários e benefícios, uma vez que aumentamos nosso quadro de colaboradores”. O banco terminou o trimestre com 3.284 colaboradores, com alta anual de 38%.

O BTG captou um volume recorde de R$ 76 bilhões em dinheiro novo no primeiro trimestre, com o total de recursos de terceiros chegando a R$ 767 bilhões em março, um aumento anual de 79%.

Foram captados R$ 42,9 bilhões na área de asset management e R$ 33 bilhões em wealth management & consumer banking.

“Tivemos mais um trimestre forte, registrando resultados sólidos e elevado crescimento em todas as linhas de negócio. Continuamos desenvolvendo nossa agenda de aquisições estratégicas para expandir a nossa presença no varejo, oferecer mais produtos e o melhor serviço aos nossos clientes. Seguimos fortalecendo nossas iniciativas ESG e de Investimentos de Impacto”, afirma em nota Roberto Sallouti, CEO do BTG Pactual.



Fonte: G1